Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/06/2011 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Nigeriano é preso suspeito de dar golpe em empresário gaúcho

Por: Carolina Iskandarian

Polícia diz que vítima daria R$ 14 mil ao estrangeiro. Nigeriano prometeu dividir com o empresário milhões retidos em um banco.

Um nigeriano de 36 anos foi preso em flagrante em São Paulo por suspeita de aplicar um golpe em um empresário de Uruguaiana (RS). De acordo com a polícia, a vítima daria R$ 14 mil para o estrangeiro e, em troca, ganharia 40% de US$ 16,4 milhões que estariam retidos em uma conta na Nigéria. Os R$ 14 mil seriam usados para viabilizar a entrada desse montante no Brasil. A prisão foi na noite desta terça-feira (14) em um hotel dos Jardins, área nobre da capital, onde seria confirmada a negociação.

Segundo o delegado Marco Aurélio Batista, o estrangeiro mandou um “e-mail aleatório” para o empresário há quatro meses. “A vítima recebeu esse e-mail dando conta da possibilidade de fazer parte de uma negociação.” Batista contou que o suspeito disse ter documentos bancários e até de diplomatas brasileiros e nigerianos confirmando a operação.

“Ele disse que essa conta era de um nigeriano que faleceu em dezembro de 2001 e o dinheiro ficou preso na conta. Não temos confirmação da existência desse dinheiro. Acho que tudo não passa de uma farsa”, afirmou Batista, sobre os US$ 16,4 milhões. De acordo com ele, o empresário só deu crédito à história no início e depois dos quatro meses de conversas por e-mail e telefone começou a desconfiar. Até que marcou o encontro em São Paulo e avisou a Polícia Federal em Uruguaiana.

Como a PF disse ter comprovado que os documentos bancários e diplomáticos eram falsos, o caso passou para a Polícia Civil paulista. Batista informou que o nigeriano está no Brasil desde 2002 em situação “legal”. Ele já tem passagem pelos crimes de portar moeda falsa e falsidade ideológica. Agora, responderá novamente por falsidade ideológica e estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 147 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal