Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/06/2011 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso por adulterar cartela de bingo para ganhar carro

Por: Giselle Ulbrich


Um jovem de 25 anos, morador no Jardim Acrópole, Cajuru, foi indiciado por tentativa de estelionato, segunda-feira, no 11.º Distrito Policial (Cidade Industrial).

De acordo com o inquérito, ele pode ter adulterado uma cartela de bingo, para ganhar um carro no sorteio, um Escort Hobby usado, no valor de R$ 4 mil. O sorteio ocorreu domingo, durante as comemorações do padroeiro da Paróquia Santo Antônio, mais conhecida como Igreja do Orleans.

O escrivão Jorge, do 11.º DP, contou um dos motivos que levou os coordenadores do bingo a desconfiar da fraude, foi o jovem não ter esboçado nenhuma reação de alegria, ao ganhar o mais valioso dos 20 prêmios sorteados.

O ganhador era desconhecido na paróquia e completou a cartela, sem que fossem cantadas pedras suficientes. Os secretários de conferência do jogo perceberam números mais escuros, e a cartela tinha o papel mais fino e os locais dos números adulterados estavam levemente ásperos.

Foram comprados quatro lotes de cartelas iguais, mas só três colocados a venda e um ficou para conferência. Quando foram comparar a cartela do “ganhador” perceberam a adulteração.

Repasse

Ao final do sorteio, o ganhador queria passá-lo diretamente a outra pessoa que já estava ali, interessada em comprá-lo. Mas os coordenadores do bingo não permitiram.

Orientaram o ganhador que voltasse à igreja no dia seguinte, para ter o carro transferido em seu nome, e não a terceiros. Na segunda-feira que a fraude foi confirmada.

No 11.º DP, o rapaz alegou que havia comprado a cartela normalmente na porta do salão paroquial e negou tê-la rasurada. Ainda não se sabe como a rasura foi feita, nem quantas pessoas estão envolvidas na fraude. Filmagens do salão paroquial serão analisadas pela polícia. O rapaz foi interrogado, indiciado por tentativa de estelionato e liberado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 936 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal