Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/06/2011 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia 'arma' e põe as mãos em estelionatário


José Luiz Martins, 51 anos, foi preso em flagrante na tarde de terça-feira (07), em Castanhal, acusado de crime de estelionato.

Acompanhado por uma comparsa conhecida por Jamile, ele conseguiu abrir conta bancária e realizar um financiamento de R$10 mil em uma financiadora do município. José Luiz é acusado de fraudar documentos e fazer empréstimos grandiosos em nome de terceiros. Os alvos principais eram aposentados.

Com uma identidade falsa, no nome de Luiz Otávio Afonso Esteves, o qual reside em Belém, ele conseguiu realizar um financiamento de R$10 mil em uma empresa do município. Na primeira vez em que foi ao escritório, José estava na companhia de uma mulher grávida, deduz a polícia que seria a comparsa Jamile.

A margem de crédito do verdadeiro dono da documentação permitia um financiamento no valor de até R$20 mil, o que fez com que José retornasse mais uma vez ao estabelecimento para tentar financiar o restante do valor que ainda estava disponível.

SEM DESCONFIANÇA

Em momento algum os funcionários do escritório desconfiaram de José. Foi apenas na segunda vez que um dos responsáveis pela empresa, Gleyson Dias Gama, descobriu o golpe.

“Ele chegou com a mulher grávida, vimos à margem dele e que podia fazer empréstimo de R$20 mil. Na primeira vez, ele fez de R$10 mil e depois ele retornou ao escritório para emprestar os outros R$10 mil. Desta vez, nós verificamos a situação do cliente por um sistema antifraude, de outro correspondente, de Belém. Só aí foi detectado que havia restrições. Mas ele ainda conseguiu abrir uma conta com a identidade dele”, relatou Gleyson.

Mesmo assim, José deixou o local sem alarde. Os responsáveis pelo escritório repassaram a situação à polícia civil e decidiram montar uma “casinha”.

Eles entraram novamente em contato com José Luiz e pediram que ele comparecesse à financeira para concretizar a segunda operação, alegando que o erro estava corrigido. Foi aí que a polícia fechou o cerco e o prendeu em flagrante.

RESSARCIMENTO

Infelizmente, como o primeiro financiamento chegou a ser concretizado, a financeira terá que se responsabilizar pelas perdas, no caso, os R$10 mil que caíram nas mãos do acusado de estelionato.

“Ele é um estelionatário e trabalha junto com a Jamile. A dupla estava dando golpes na praça, principalmente nos benefícios dos aposentados. Neste caso, eles sacaram os R$10 mil na conta do cidadão e a Jamile foi quem falsificou a carteira. Ontem, quando ele tentava aplicar um novo golpe nós conseguimos fazer o flagrante. Ele está sendo autuado por falsidade ideológica e por estelionato”, afirmou o delegado Delson Santos, da 12ª Seccional do Jaderlândia. (Diário do Pará)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal