Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

07/06/2011 - ansalatina Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário chileno é condenado em Cuba por fraude


HAVANA, 7 JUN (ANSA) - A Justiça cubana condenou hoje à revelia o empresário chileno Marcel Marambio, da companhia Sol y Son Viagens, a 15 anos de prisão por crimes de corrupção administrativa, além de outros ex-diretores da empresa Cubana de Aviación.

O chileno, que ocupava a presidência da companhia Sol y Son, de capital misto, foi acusado pelo Tribunal Provincial Popular de Havana de se aproveitar do cargo em benefício próprio, realizando fraudes e subornos contínuos, além de falsificação de documentos privados.

Segundo o jornal oficial cubano Granma, Marambio falsificava e ocultava informações deliberadamente para se beneficiar, prejudicando a parte cubana da empresa.

Os demais réus "prejudicaram a parte cubana [da empresa] que representavam em troca de subornos em efetivo e pré-vendas de lucro pessoal", informou a publicação.

Os 15 condenados tem 10 dias úteis após serem notificados da decisão do tribunal para apresentarem recurso contra as sentenças.

No início de maio, Max Marambio, irmão de Marcel, também foi condenado à revelia por um tribunal de Havana por atos de corrupção na área de aeronáutica civil e de indústria do turismo. Max foi chefe da guarda pessoal do ex-presidente chileno Salvador Allende e é amigo pessoal do ex-mandatário cubano Fidel Castro. (ANSA)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 130 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal