Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/06/2011 - Rondônia Dinâmica Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude no IBAMA-RO: quatro pessoas têm mais de R$ 800 mil em bens bloqueados a pedido do MPF/RO

Por: Luiza Archanjo

Valores serão utilizados para reparar prejuízos causados em fraudes no Ibama.

O Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO) obteve decisãofavorável na Justiça Federal e quatro pessoas processadas por esquema decorrupção no Ibama tiveram os bens e ativos financeiros bloqueados. Parao MPF/RO, o sequestro e a indisponibilidade de bens dos envolvidos são necessários para o futuro ressarcimento do prejuízo causado aos cofres públicos. A intenção é que os fraudadores devolvam os valores conseguidos ilicitamente e paguem multas pelo dano coletivo que causaram.

De acordo com as investigações, o esquema de corrupção foi arquitetado para que madeireiras conseguissem diminuição dos valores de multas, desbloqueio de restrições cadastrais e anulação de autos deinfração junto ao Ibama. Os acusados Dário de Souza Lopes e José Anatório Chaves Miuva confessaram em depoimento à Polícia Federal que aliciavam empresas madeireiras que possuíam restrições junto ao Ibama. Os dois tiveram bens bloqueados no total de 73 mil reais, cada um. Outro integrante do grupo era o advogado Márcio Augusto de Souza Melo, encarregado de elaborar requerimentos e acompanhar os pedidos junto ao Ibama. Ele teve bloqueio de 307 mil reais.

O quarto integrante do grupo a ter os bens bloqueados foi o procurador federal do Ibama Marco Antônio Rodrigues Maia. Ele fazia a análise dos requerimentos e elaborava pareceres opinando pela liberação das penalidades impostas às madeireiras, conseguindo, entre outras coisas, que as multas ambientais fossem reduzidas ao máximo permitido, ou seja, redução de 90% do valor normal. A Justiça Federal
também decretou bloqueio de seus bens em 368 mil reais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 144 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal