Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/06/2011 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Foragido que se passava por advogado está preso


O macapaense José Carlos Carvalho de Oliveira, 42 anos, está preso por falsidade ideológica, falsificação de documento público, uso de documento falso e exercício ilegal da profissão de advogado em Óbidos, oeste do Pará. A informação foi divulgada neste domingo (5). O falso advogado foi preso em flagrante pelo delegado Elinelson de Oliveira Silva e escrivão Antônio Júnior, no último dia 30 de maio.

José Carlos usava documentos e registro profissional do advogado Washington Luiz Magalhães Picanço que está devidamente registrado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O golpe foi descoberto pelo delegado que já investigava a atuação do falsário na região.

Chegado recentemente em Óbidos, o golpista já era procurado pela Polícia Civil. O delegado Elinelson Silva explica que a prisão de José Carlos foi efetuada após ele ir até a Delegacia. Sob alegação de ter sido contratado por um paciente internado no Hospital Municipal de Óbidos, vítima de lesão corporal, José Carlos disse ao delegado que estava na unidade policial para tratar do processo referente ao crime sofrido por seu “cliente”.

Vestido com roupas sociais características de profissionais do Direito, como paletó e gravata, o falsário apresentou ao delegado documentos com o nome do advogado Washington Luiz e procuração assinada pelo paciente.

Como já conhecia o verdadeiro advogado, o delegado deu voz de prisão em flagrante a José Carlos. No levantamento da ficha criminal do acusado, a equipe da Polícia Civil descobriu que ele estava na condição de foragido da Justiça do Amapá. “Ele estava com três mandados de prisão preventiva em aberto. As ordens judiciais foram decretadas pela Comarca de Macapá. José Carlos é acusado de dois homicídios e de estelionato”, apurou o policial civil. Depois de autuado em flagrante e ainda bem trajado, o falsário foi recolhido à disposição da Justiça no aguardo de transferência a uma das casas penais do Estado.

Ainda, conforme o delegado, o combate a crimes cometidos por falsários tem sido constante em Óbidos. “Mais prisões do tipo irão acontecer nos próximos dias”, assegurou. Após a prisão do golpista, outras cinco pessoas compareceram à Delegacia para incriminar o acusado, alegando terem sido vítimas deles. Todas reclamaram de condutas criminosas praticadas pelo falso advogado, o que motivou a instauração de cinco inquéritos policiais para investigar os crimes. (Polícia Civil)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 169 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal