Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

31/05/2011 - Revista Consultor Jurídico Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusado de crime contra a fé pública continuará preso


A ministra Ellen Gracie, do Supremo Tribunal Federal, arquivou pedido de Habeas Corpus do empresário G.P.S., preso em Franco da Rocha por crimes contra a fé pública entre 2004 e 2006. A ministra aplicou a Súmula 691, que impede que o STF julgue pedidos de HC apresentado contra decisão de tribunal superior (no caso, o STJ) que indefere liminar.

De acordo com a defesa de G.P.S., houve ilegalidade em sua detenção, já que ela só foi decretada em abril deste ano, em um processo que corre desde 2007. A prisão do empresário foi decidida com base no argumento de garantia da ordem pública, mas os advogados alegam que G.P.S. é "um empresário com família, residência fixa e respondeu a toda a fase de inquérito em liberdade".

No entanto, a ministra afirmou que os argumentos não são suficientes para derrubar a Súmula 691, pois ela só pode ser afastada em casos de "flagrante abuso de poder ou ilegalidade" — o que não foi constatado.

O empresário G.P.S. responde por delitos como falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, uso de falsa identidade, estelionato, coação no curso do processo e formação de quadrilha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 162 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal