Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/05/2011 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Doze são presos suspeitos de desviar R$ 900 mil por mês de cofres de prefeitura no Espírito Santo


VITÓRIA - Doze pessoas foram presas nesta sexta-feira por suposta participação em um esquema de desvio de verbas e fraudes em licitações no município de Fundão, na Região Metropolitana de Vitória. A investigação, do Ministério Público Estadual (MPES), em parceria com o Núcleo de Repressão a Organizações Criminosas (Nuroc) da Polícia Civil, apontam que pelo menos R$ 900 mil reais deixavam de entrar nos cofres públicos, todo mês. O dinheiro viria de royalties de petróleo.

Dos envolvidos, oito são diretamente ligados à administração municipal: os secretários de Educação, Saúde, Administração, Obras, Turismo, além da chefe da Controladoria Municipal. Dois vereadores e dois empresários também teriam participação no esquema. O delegado Danilo Bahiense, que comandou a operação, explicou como a investigação chegou ao grupo.

- Esse pessoal já vem sendo investigado há algum tempo e hoje demos cumprimento a 26 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão. Todos os presos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Aracruz, e a senhora envolvida foi levada ao Presídio Feminino de Tucum. O trabalho de investigação continua - afirmou.

Para dar suporte à operação, 112 policiais civis e seis delegados se deslocaram até Fundão. A cidade, de pouco mais de 16 mil habitantes, praticamente parou por causa da movimentação. Na rua da delegacia, pelo menos 150 pessoas acompanharam, de perto, a chegada e a saída de cada um dos envolvidos. Muitos, como o soldador José Carlos de Assis, ficaram surpresos com as dimensões da ação.

- Estavam consumindo muito dinheiro, pegavam a verba e ninguém sabia para onde ia. Todo mundo ficou surpreso. A população ficou boquiaberta com tudo isso, com o desrespeito ao dinheiro - disse.

O aposentado João Peixoto da Silva Junior, de 79 anos, formou uma opinião mais crítica:

- Não tem paz, não tem educação, não tem nada que preste de exemplo ao Brasil. Vivemos no meio de um povo corrupto. Isso foi bom para consertar este lugar, porque se não consertar, piora mais ainda - disse.

De acordo com a Promotoria de Fundão, não está descartada a ideia de se ingressar com uma ação civil contra o prefeito do município, Marcos Fernando Moraes (PDT), e o vice, Ademir de Almeida (PSC), pedindo o afastamento dos dois por atos de improbidade administrativa. Durante os dois meses de investigações, as autoridades utilizaram escutas telefônicas, por onde teriam flagrado negociações com empresários.

O objetivo, segundo apurou o Ministério Público, seria favorecer pessoas jurídicas que colaboraram com os envolvidos nas eleições municipais de 2008. Todos os envolvidos tiveram prisão temporária decretada, e devem permanecer nos presídios por, no mínimo, cinco dias. Cerca de 50 malotes, contendo documentos, contratos e até mesmo dinheiro em espécie devem ser analisados na tarde desta sexta-feira.

Os suspeitos presos na operação são Saulo Falqueto, secretário de Saúde; Gleidson Patuzzo, secretário de Administração; Antônio Augusto Cole (PT), subsecretário de Administração; Wellington Tonini (PDT), secretário de Educação; Milton dos Santos Filho, secretário de Turismo; Carlos Emídio Rodrigues Gomes, secretário de Obras; Maria Aparecida Carreta, chefe da Controladoria; João Magno Graziotti, diretor do Departamento de Transporte Escolar; Eloísio ios vereadores Rodrigues Fraga e Ailson Abreu Ramos; além dos empresários Jovane Luiz Nascimento Fraga e Ary Bartolomeu Pereira Júnior.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 232 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal