Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/05/2011 - Correio do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-prefeito de Corumbá nega participação em fraude


O ex-diretor de Planejamento da Prefeitura de Campinas, o ex-prefeito de Corumbá (MS) Ricardo Chimirri Cândia, negou em depoimento aos promotores, ontem (26), qualquer vínculo com a primeira-dama de Campinas, Rosely Nassim Jorge Santos, e participação no suposto esquema de fraudes em contratos públicos e pagamento de propina da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S.A. (Sanasa).

O depoimento de Cândia, segundo seu advogado Ralph Tórtima Stettinger Filho, vai na contramão do que foi investigado até agora pelo Ministério Público (MP), que aponta Cândia como o responsável por receber e destinar o dinheiro de propina em nome de Rosely. “Ele disse que não eram amigos, que não tinham contato íntimo e que se conheciam”, disse Stettinger Filho, após o depoimento que durou cerca de três horas, na 2º Distrito Policial.

Os outros dois depoentes, os últimos ouvidos entre os 11 presos na megaoperação, deflagrada na sexta-feira passada, foram o ex-diretor da Sanasa, Aurélio Cance Junior (exonerado do cargo) e o ex-diretor financeiro Marcelo de Figueiredo. Os dois negaram participação no esquema revelado pelo ex-presidente da Sanasa, Luiz Augusto Castrillon de Aquino, que em delação premiada ao MP, em janeiro, entregou todo o esquema do qual era o operador.

Apesar de Cândia ter negado vínculo com Rosely, consta na página 284 do relatório do MP que “conforme explicado pelo senhor Luiz Augusto Castrillon de Aquino, o senhor Ricardo Chimirri Cândia atua diretamente com a senhora Rosely Nassim Jorge Santos no recebimento e destinação dos valores provenientes do esquema de corrupção da Sanasa.”

Cândia, de acordo com seu advogado, confirmou somente participação na campanha eleitoral do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT), em 2008, com recebimento de dinheiro cujo valor não foi informado. Quanto a Aquino, segundo o advogado, Cândia confirmou que os dois tinham uma relação pessoal e política. Cândia foi diretor financeiro da Sanasa até 2006.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 321 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal