Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

21/05/2011 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Burla empresário em 620 mil euros

Por: Ana Isabel Fonseca e Tânia Laranjo

Porto - duas mulheres detidas pela polícia judiciária.

No anúncio amoroso colocado nos jornais, Maria da Conceição, de 53 anos, dizia ser uma mulher viúva, solitária e herdeira de uma vasta fortuna. Mas, assim que conheceu um rico industrial de móveis, roubou-lhe mais de 620 mil euros. Foi detida anteontem pela PJ do Porto, juntamente com uma amiga. As duas mulheres, que já tinham sido presas em Agosto do ano passado por terem burlado milhares de pessoas com falsos empregos em Angola, ficam a aguardar julgamento na prisão.

O esquema de Maria da Conceição, que já tinha burlado dois homens, um deles em mais de 750 mil euros, começou em Outubro do ano passado. O industrial de móveis respondeu ao anúncio dos jornais e combinou um encontro com a mulher, que dizia ser engenheira e herdeira da empresa Bic. Cinco dias depois, Maria da Conceição pediu 14 mil euros ao empresário, disse-lhe que lhe tinham congelado a fortuna e que em breve lhe devolveria a quantia. Dois dias mais tarde voltou a pedir dinheiro, desta vez 25 mil euros.

Ao longo do tempo, a mulher foi pedindo ao industrial cada vez mais dinheiro e convenceu-o a que fosse morar com ela. Para a moradia levou a amiga, Maria José, uma solicitadora que se fazia passar por secretária, e o marido e a filha, que se faziam passar por empregados. Iludido, o empresário entregou-lhe elevadas quantias e vendeu-lhe mobílias, das quais nunca recebeu o dinheiro. Maria da Conceição tentou também vender uma casa com uma procuração falsa.

O industrial começou a desconfiar da mulher e denunciou o caso às autoridades.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 203 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal