Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

24/05/2011 - A Crítica (Manaus) Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Amazonas Energia registra R$ 90 milhões em perdas no primeiro trimestre de 2011

Por: Ana Carolina Barbosa

Para burlar a ação de criminosos, a empresa investirá R$ 300 milhões na rede em quatro anos. Entre as medidas, está a mudança de medidores para aparelhos que detectam o desvio de energia.

A Eletrobras Amazonas Energia contabilizou, no primeiro trimestre deste ano, R$ 90 milhões em prejuízos com roubos, furtos, desvios e fraudes no sistema do Estado, cerca de 30% dos R$ 300 milhões arrecadados pela empresa neste período.

Além disso, outros 13,19% decorrentes de problemas técnicos, entre outros, foram registrados, totalizando uma perda global de 43,19%, ou R$ 126,6 milhões. O roubo de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal, sujeito a reclusão de um a quatro anos, e multa. “A pena pode aumentar um terço caso o crime seja praticado durante o repouso noturno”.

Segundo a assessoria da Eletrobras Amazonas Energia, o percentual de perdas por fraudes, roubos, furtos ou desvios contabilizou, em 2010, R$ 400 milhões por ano, ou, 25% do faturamento total da empresa no ano passado, que foi de R$1,6 bilhão.

De acordo com a assessoria, para reduzir esse índice, um convênio foi firmado com o Banco Mundial, na ordem de R$ 300 milhões, os quais já começam a ser investidos no combate às perdas de energia. “As novas ações permitirão um maior monitoramento e faturamento para a empresa”, destaca a concessionária, por meio de sua assessoria.

O convênio, firmado em fevereiro de 2011, passa por fase de compra de materiais. Entre os itens, cabos mais seguros que serão utilizados na melhoria da rede ao longo dos próximos quatro anos. Além disso, haverá mudança na medição dos clientes (Unidades Consumidoras), que receberão novos medidores, com tecnologia avançada capaz de detectar prejuízos causados pelos desvios/furtos de energia.

Desvios

Já o problema gerado pelas ocupações desordenadas, responsáveis por parte dos desvios de energia da empresa, a modernização de redes alcançará, principalmente, essas áreas da cidade, onde o crescimento da população levou ao aumento do consumo.

“Mas, para isso, os moradores desses locais serão convocados a fazer a regularização de suas ligações, obedecendo à norma padrão da Eletrobras Amazonas Energia e também da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)”, assegura a empresa.

Além disso, a concessionária está colocando em prática um projeto piloto denominado “Rede Limpa”, cujo principal objetivo é organizar as redes do sistema energético da cidade e livrar as ruas do aspecto de emaranhado de fios, comuns, por exemplo, em bairros como o São Jorge e Compensa, ambos na Zona Oeste de Manaus e áreas onde facilmente observa-se os famosos “gatos” a céu aberto. O projeto foi iniciado em março deste ano, no conjunto Vieiralves, Zona Centro-Sul da cidade e está em fase de conclusão.

Registro de furtos

Outra medida adotada pela empresa para coibir a ação de criminosos é a denúncia dos roubos de equipamentos que prejudicam o funcionamento da rede, quando detectados, à Delegacia Especializada em Roubos e Furtos. Contudo, desde o início deste ano foram registrados apenas dois furtos de medidores de energia de unidades consumidoras e dois transformadores de equipamentos. Os prejuízos com esses equipamentos estão orçados em R$ 5 mil. A assessoria informou que existem casos que foram solucionados pela política, contudo, não informou quantos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 110 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal