Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

25/05/2011 - Último Segundo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Informações bancárias chegam às redes sociais

Por: Nelson Rocco

Fóton, criadora de software para o setor bancário, desenvolve aplicativo que envia dados sobre operações pelo Twitter ou Facebook.

A Fóton, empresa de software para o setor bancário, prepara um novo aplicativo para que os clientes de bancos e cartões possam fazer acompanhamento das suas operações por meio das redes sociais. O programa Mybank, criado pela companhia, que antes enviava dados por fax, e-mail, telefone e SMS, agora chega ao Facebook e ao Twitter.

“O SMS tem o problema de armazenamento. Se você troca o celular, por exemplo, não consegue levar as mensagens guardadas para o novo. Com as redes sociais, isso não acontece”, compara Marcelo Malagutti, diretor da Fóton, que tem sede em Brasília. O objetivo desse tipo serviço prestado pelos bancos, conta o executivo, é evitar fraudes, já que o correntista ou dono do cartão pode acompanhar cada lançamento. Entre os clientes da Fóton estão Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Para evitar que as informações bancárias sejam expostas no Facebook, Malagutti afirma que as mensagens são enviadas para uma área reservada, à qual apenas o usuário da conta tem acesso. “Além disso, não enviamos o número da conta ou do cartão inteiro, apenas os três últimos números e o valor da operação”, afirma.

A Caixa Econômica Federal, segundo fontes, será o primeiro banco a oferecer a opção de envio de mensagens por meio de redes sociais aos clientes. Os correntistas da instituição já contam com o encaminhamento de dados pelo Mybank por meio do MSN. Procurada por meio de sua assessoria de imprensa, a Caixa não confirma o novo negócio com a Fóton.

No mercado desde 1993, a Fóton tem 200 funcionários e faturou R$ 25 milhões no ano passado. Segundo Malagutti, esse faturamento foi 15% melhor que no exercício anterior. “Nossa maior conquista no ano passado foi que aumentamos em 5% o número de funcionários”, diz o executivo.

Malagutti conta que a nova aplicação do software levou cerca de três meses para ser desenvolvida. “Foi bastante rápido”, diz, lembrando que o que mais consumiu tempo e pesquisa dos especialistas foi a criação do conceito do produto e a viabilidade do envio de forma segura.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 592 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal