Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

20/05/2011 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende golpista que usava OAB de homônima em SP


A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta sexta-feira uma balconista acusada de aplicar golpes em que se passava por advogada e enganava vítimas cobrando altos pagamentos.

Segundo a polícia, ela escolhia as vítimas em filas de presídios ou em cobranças de dívidas, prometendo resolver o problema rapidamente. As vítimas entregavam dados pessoais e até cheques em branco, e acabavam com mais contas a pagar devido a empréstimos contraídos em seu nome.

Ela se apresentava como advogada e usava o registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de uma advogada que tinha nome idêntico ao seu.

Uma equipe da Delegacia de Repressão a Estelionato do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado) iniciou a investigação há uma semana, após receber informações de uma das vítimas.

Uma atendente de 34 anos procurou a equipe após a acusada ter se aproximado de moradores de um condomínio em Mairinque (Grande SP), afirmando que solucionaria qualquer problema de dívida.

Outra pessoa foi abordada na fila de uma unidade da Fundação Casa, no Brás (centro de SP). Ela aguardava para ver o filho, acusado de homicídio, quando foi convencida a falar por telefone com uma advogada que poderia tirá-lo da internação.

A golpista convenceu a vítima que, apesar do crime grave, faria a família da vítima retirar a queixa contra seu filho. Ela cobrou R$ 4.000 de supostos honorários e desapareceu. A verdadeira advogada, homônima da golpista, acabou sofrendo representação na OAB.

Os policiais conseguiram rastrear uma conta bancária usada para receber depósitos. O titular era um segurança companheiro da acusada. Os dois acabaram presos nesta manhã, na Vila Formosa (zona leste de SP), e a falsa advogada foi reconhecida pelas vítimas.

Os policiais ainda procuram outra mulher acusada de fazer contato com as vítimas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal