Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/05/2011 - Último Segundo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Jovem conhecida por dar golpes em lojas de luxo é presa novamente em SP

Kelly Samara ficou famosa em 2007 por furtar uma gravura de Miró e se apresentar como filha do presidente do Paraguai

Agentes da Delegacia Seccional de Bebedouro, a 380 km da capital paulista, prenderam nesta quinta-feira a jovem Kelly Samara Carvalho dos Santos, de 22 anos, acusada de aplicar golpes há mais de cinco anos em empresários, hotéis e lojas de luxo de vários Estados do Brasil. Contra Kelly, que já foi presa pelo menos uma vez, havia um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara Criminal de Dourado, no Mato Grosso do Sul.

A jovem é acusada de aplicar golpes nos Estados de Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. Para enganar suas vítimas, ela já chegou a se passar por filha do presidente do Paraguai Fernando Lugo, por parente da proprietária de uma grande rede de lojas de grife, a fazer reservas em serviços de táxi aéreo e até mesmo se utilizar do golpe conhecido como “boa noite Cinderela”.

Em julho de 2007, Kelly foi acusada do furto de uma gravura original do artista plástico Joan Miró, avaliada em US$ 18 mil, de propriedade de uma pessoa com quem se relacionava. A obra recuperada quando ela foi presa em flagrante.

Quando foi detida, ainda com 19 anos, Kelly disse que cometia os crimes para chamar a atenção dos pais. "Sempre tive tudo, mas queria chamar a atenção de minha família", disse logo após ser indiciada pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e por furtos.

Kelly, apesar de ter residência fixa, usava os cheques roubados de suas vítimas para se hospedar em hotéis de luxo. Entre outros crimes, segundo a polícia, ela teria roubado R$ 50 mil em jóias em um apartamento de um empresário em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Segundo a polícia, após de presa novamente, Kelly Samara está presa na Cadeia Pública Feminina de Viradouro, onde aguarda remoção para uma unidade prisional da região de Dourados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 156 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal