Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/05/2011 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bandidos aplicam golpe em mulher por telefone

Por: Márcio Barros


Uma mulher, de 59 anos, foi vítima de golpe na madrugada e manhã de ontem, aplicado por bandidos, via telefone, supostamente de dentro de alguma cadeia. Ela recebeu a falsa informação que a filha havia sido sequestrada e, para libertá-la, teria que fazer depósito em dinheiro e comprar créditos de telefone celular.

Depois de ir três vezes a uma lotérica e realizar os depósitos, que somaram R$ 2 mil, ela se trancou no apartamento, no segundo andar de um prédio da Rua José Zaleski, Capão Raso, e só saiu quando policiais militares do 13.º Batalhão, com o auxilio dos bombeiros, invadiram o local pela janela. Na hora da invasão, ela ainda estava no celular com os marginais, que exigiam mais dinheiro.

Depósitos

A primeira ligação aconteceu de madrugada. Logo que o dia amanheceu, a mulher, desesperada, foi até uma lotérica e depositou R$ 1 mil em uma conta informada pelo bandido.

Quando chegou em casa, recebeu outra ligação e fez mais um depósito, desta vez de R$ 800,00. Novo telefonema, e o valor depositado foi de R$ 200,00. Os marginais ameaçavam a mulher, dizendo que se ela chamasse a polícia ou contasse para alguém o que estava acontecendo, a filha morreria.

Depois de voltar da lotérica pela terceira vez, ela foi instruída pelo bandido, a ficar trancada, com as janelas e cortinas fechadas e não atender a porta nem o telefone.

Pânico

Não se sabe se algum funcionário da lotérica ou algum vizinho avisou a polícia. No entanto, ela não abriu a porta para os policiais e os bombeiros foram chamados para auxiliar na invasão do apartamento, pela janela.

Quando entraram no apartamento, a mulher estava em pânico, ainda falando com o bandido. Para tranquilizá-la, os policiais entraram em contato com a filha, que estava em casa, e rapidamente chegou ao local, acompanhada do marido. Os policiais não deram detalhes sobre qual seria a medida tomada, mas a mulher foi instruída a procurar a Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal