Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/05/2011 - Diário de Pernambuco Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Descoberto novo golpe de clonados

Dupla comprava em supermercado e fazia o carregamento de cartões que podiam ser dados de presente.

A Polícia Civil de Pernambuco desvendou uma nova modalidade de estelionato no estado. Usando cartões de crédito clonados e passaportes eletrônicos adulterados de uma casa de brinquedos eletrônicos, o técnico em eletrônica Arthur Câmara, 34 anos, e Jacqueline da Silva, operadora de caixa de um supermercado localizado no bairro da Madalena, faziam compras no estabelecimento e abasteciam cartões-presente. O casal foi preso em flagrante no supermercado onde os golpes eram aplicados, após já terem causado um prejuízo de R$ 27 mil só nos últimos dez dias. Ao todo, a polícia apreendeu dois bilhetes magnéticos clonados e usados na casa de diversão, dois cartões de crédito copiados, quatro cartões-presente, quatro celulares e cupons fiscais das compras da dupla.

As investigações, conduzidas pela Delegacia de Repressão ao Estelionato, revelaram que era Arthur Câmara quem clonava os cartões. Para ter acesso às informações dos futuros cartões copiados, o estelionatário fazia uso de máquinas chupa-cabra. Com a conivência de Jacqueline da Silva, ele conseguia adquirir os produtos do supermercado mesmo utilizando cartões sem layout. “Ele precisava de alguém que fingisse não vir o layout do cartão no momento da investida. Para cada compra realizada, Jacqueline ganhava R$ 200”, comentou o delegado Rômulo Aires, titular da especializada. “Dentre os cartões que foram apreendidos, três já tinham sido usados. Eles estavam carregados no valor de R$ 900. Arthur Câmara abordava as caixas de forma aleatória. Ele já era acostumado a frequentar o estabelecimento”, acrescentou o delegado.

Em depoimento, os dois acusados assumiram os crimes. Agora, a polícia quer saber quem são os demais integrantes do grupo criminoso. “Ainda não sabemos se são seis ou oito ao todo. Só podemos antecipar que alguns deles já foram identificados. Chegamos a Arthur Câmara depois de denúncias feitas por clientes no setor antifraudes da loja. Eles reclamaram dos valores que chegaram nas suas faturas sem terem efetuado as compras”, falou. Nesta nova modalidade, o que chamou a atenção da polícia é que os envolvidos não tinham antecedentes criminais. O casal foi preso em flagrante na noite da última terça, quando deixava o supermercado, por volta das 19h.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 451 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal