Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

10/05/2011 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Advogado processa Safra em NY por perdas com fraude de Madoff

Por: Clarissa Mangueira

Segundo o Wall Street Journal, agente fiduciário que tenta recuperar fundos para vítimas do golpe financeiro pede US$ 111,7 milhões ao banco.

Nova York - O advogado Irving Picard, o agente fiduciário que está tentando recuperar fundos para as vítimas da fraude financeira realizada pelo americano Bernard Madoff, abriu um processo contra uma unidade do banco Safra em Nova York. De acordo com a ação, Picard está pedindo aproximadamente US$ 111,7 milhões, segundo reportagem do Wall Street Journal.

O processo, aberto na noite de segunda-feira no Tribunal de Falência e Concordatas em Manhattan, nos EUA, está tentando recuperar transferências alegadamente feitas ao Safra National Bank of New York por vários fundos do Fairfield Greenwich Group.

Picard fechou um acordo ontem com os liquidantes dos fundos Fairfield Greenwich para resolver as reivindicações e procurar conjuntamente os proprietários do fundo. O Fairfield Greenwich foi o maior fundo alimentador da fraude de Madoff.

O banco Safra New York sabia ou deveria saber de inúmeras irregularidades relativas a investimentos por meio da empresa Bernard L. Madoff Investment Securities, dado o seu background e seus próprios investimentos com o executivo, segundo o processo aberto por Picard.

Como parte do acordo, os fundos Fairfield desistiram de reivindicar US$ 1 bilhão perdido por seus investidores e os dois lados concordaram em dividir as recuperações futuras a partir da alegada fraude de operadores de fundos e outros - a maioria dos recursos irá para Picard em nome das vítimas de Madoff.

Madoff está cumprindo pena de 150 anos de prisão após admitir em 2009 ter cometido a fraude ao longo de décadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 193 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal