Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/05/2011 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Auto escola vende “classificação” de motorista por R$ 1,4 mil em Mato Grosso

Por: Edilson Almeida


Uma auto escola de Cuiabá cobrou R$ 1,4 mil do comerciante Joaquim Gomes da Silva, 44 anos para alterar sua classificação na carteira de habilitação, passando de “AC” para “AE”. O caso foi revelado pelo próprio Joaquim à Polícia Rodoviária Federal ao tentar explicar a fraude constatada na cédula de motorista. Ele foi preso por estar dirigindo em estado de embriaguez. Na hora ele não soube informar o nome da auto escola que promoveu a fraude, mas informou que tinha em sua residência toda a documentação relativa ao caso.

Joaquim afirmou ser habilitado na categoria “AC” desde 1988, quando fez exames de habilitação em Jaciara, no Sul do Estado, e que em outubro do ano passado pagou a auto escola para mudar para categoria. A “nova classificação” permitiria dirigir trailler, reboque e semi-reboque, ou veículos com unidades de tração e de carga separada, com 6.000 Kg ou mais de peso bruto total, ou ainda com lotação superior a oito lugares.

Neste final de semana, a PRF prendeu também Lucivaldo Costa da Silva, 33 anos, em Várzea Grande. Ele conduzia uma motocicleta Yamaha ano 2007 e confessou que comprou a Carteira Nacional de Habilitação em 2001, por R$ 300,00 de um despachante de Cuiabá e afirmou que já havia passado em várias blitz com o documento, sem ser pego.

A motocicleta conduzida por ele também tinha sinais de adulteração. O lacre da placa estava rompido, os números do chassi e motor apresentavam indícios de adulteração. Além disso, peças da motocicleta tinham ano de fabricação diferente. Questionado, Lucivaldo disse aos policiais ter comprado a motocicleta há poucos dias de um despachante, próximo ao Detran de Cuiabá.

O “negócio sujo” com auto escola de Cuiabá revela que o esquema de venda de carteira de habilitação pode estar espalhado por todo Estado. No final de abril, a Polícia de Jaciara concluiu o inquérito policial da operação ‘Contramão’, que desmontou um esquema de venda de carteiras de habilitação na região Sul de Mato Grosso. Dez pessoas foram indiciadas por crimes de falsificação de documento, formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva e quebra de sigilo de dados.

A quadrilha vendia CNHs sem que fosse necessário o cumprimento do processo legal para expedição da carteira, como curso de formação de condutores e realização de testes de aptidão. O bando cobrava R$ 1,7 mil pela categoria AB, e R$ 2,6 mil pela categoria AD.

Durante as investigações dezenas de carteiras de habilitação foram apreendidas e encaminhadas para exame pericial. “Essa quadrilha era muito bem organizada e acreditamos que agia em todo o Estado. Por isso, mesmo já tendo concluído o inquérito continuaremos investigando eventual participação de outras pessoas no esquema criminoso” – prometeu o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 246 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal