Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/05/2011 - Agência Pará de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende quadrilha de golpistas em Itaituba

Por: Walrimar Santos

O objetivo da operação “Boas Compras” era desarticular uma quadrilha de estelionatários que vinha agindo na região oeste do Estado.

Na manhã desta segunda-feira, 9, policiais da 19ª Seccional Urbana de Itaituba deram início à operação “Boas Compras”, destinada a desarticular uma quadrilha de estelionatários que vinha agindo, há alguns meses, na região oeste do Estado, lesando empresários do ramo de eletroeletrônicos. A equipe da Polícia Civil cumpriu três mandados de prisão preventiva e seis ordens de busca e apreensão. Cinco pessoas foram presas durante as buscas em diversos endereços particulares e escritórios de contabilidade que faziam parte do esquema fraudulento.

Os acusados são os irmãos Docival e Glauber Alves Barbosa, além de Raika Saraiva Souza, Maria Francisca Lima Viana e Célia Chaves dos Santos. Todos são apontados como integrantes do grupo acusado de praticar crimes contra o patrimônio (estelionato), contra a fé pública (falsidade documental) e contra a paz pública (formação de quadrilha), nos municípios do sudoeste do Pará, sobretudo em Itaituba. Após passarem por identificação criminal, os presos foram encaminhados ao Centro de Recuperação Regional de Itaituba.

Com a quadrilha, foram arrecadados diversos documentos falsos, cheques bancários em nomes de falsos titulares, cartões de crédito, dezenas de contas de energia elétrica em nome de diferentes pessoas, medidores de energia elétrica, placas de veículos, computadores e televisores de LCD, entre outros itens adquiridos por meio de golpes. Para colocar a operação em prática foram designados 15 policiais civis, divididos em cinco equipes. As atividades começaram às 6 da manhã.

As equipes foram comandadas pelos delegados Alexandro Napoleão Sant’Ana, Cleber Pascoal Silveira de Oliveira e José Dias Bezerra, que ficou responsável pela investigação do modo de atuação e da identificação dos integrantes do bando. A 19ª Seccional Urbana de Itaituba é subordinada à Superintendência Regional do Tapajós. A operação atendeu às determinações da Delegacia-Geral e da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), sob direção do delegado Silvio Maués.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 256 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal