Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

07/05/2011 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso em Mato Grosso do Sul golpista que enganava mulheres em sites de namoro

Por: Éser Cáceres e Wanessa Rodrigues


Está preso em Campo Grande desde sexta-feira (6) um homem acusado de usar websites de relacionamentos para aplicar golpes em mulheres que procuram namorados pela internet. Antônio Umbelino Pereira, de 50 anos, foi flagrado em Jaraguari, a 50 quilômetros da Capital, num ônibus que vinha de Goiás para MS.

O ‘Don Juan’ da internet brasileira tinha um mandado de prisão expedido pela justiça em Aparecida de Goiânia (GO). Ele está detido na 1ª DP de Campo Grande e responde por estelionato.

A Polícia Civil informou que possíveis vítimas podem fazer denúncias em qualquer delegacia, inclusive pela Devir (Delegacia Virtual).

Segundo as investigações realizadas pela Polícia Civil de Goiás, Umbelino usa sites de relacionamento para conhecer mulheres sozinhas e aplicar golpes que incluem desde furtos até estelionatos.

Com uma busca simples pelo nome completo do acusado no Google, é possível ver que ele mantém perfis atualizados em diversos websites de redes sociais, como Orkut, Facebook, e Badoo. Sempre com muitas fotos mostrando viagens a diversas partes do Brasil, o golpista usava essas páginas pessoais para conquistar a confiança das vítimas.

Ele aproveitava, no entanto, sites especializados para quem procura relacionamentos através da internet, como o Par Perfeito, para achar as “presas fáceis”, geralmente profissionais liberais com boa situação financeira e sozinhas.

Vítima armou encontro na primeira prisão

Em Goiânia, Marta, uma fonoaudióloga de 50 anos, caiu na lábia de Antônio há cerca de um ano. Ela conta que conheceu o homem através de um anúncio pessoal no Par Perfeito. Eles conversaram pela internet, marcaram um encontro e Umbelino começou a freqüentar a cada dela.

Tudo ia bem e o relacionamento durou mais de trinta dias, até que Marta percebeu o sumiço de pertences dela de dentro de casa e descobriu pelo circuito interno do condomínio que o ladrão era o novo “namorado”.

Ela denunciou o “Don Juan” e o caso parou no 1º Distrito Policial de Goiânia (GO). Outras mulheres identificaram Antônio, que tinha aplicado o mesmo golpe nelas.

Mesmo com as investigações, não foi possível precisar a quantia de mulheres enganadas, pois muitas acabam envergonhadas e não denunciam o golpista.

Marta, no entanto, deu o troco. Após denunciar o “namorado” e saber que ele aplicava o mesmo golpe em várias mulheres, ela criou um perfil falso no mesmo site onde havia conhecido Antônio e o atraiu para um encontro em um shopping de Goiânia, onde ele foi preso.

A fonoaudióloga descobriu que o homem mantinha no mesmo site três perfis diferentes para se aproximar de mulheres cadastradas. Ele chegou a usar o automóvel dela para se encontrar com outras duas vítimas identificadas e levou objetos como notebook e câmera digital dela, além de dinheiro.

Na época, Antônio Umbelino tentou explicar todas as acusações. Afirmou que os objetos roubados eram ‘presentes’ que havia ganhado de Marta e que o dinheiro reclamado por outras mulheres havia sido emprestado por elas.

Ele alegou que as denúncias foram feitas por vingança por ter deixado as namoradas arrumadas pela internet. “Mulher revoltada é capaz de tudo”, disse na delegacia.

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informou que vai liberar na próxima segunda-feira (9) mais detalhes sobre o inquérito em Campo Grande.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 335 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal