Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/05/2011 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Exclusivo: Detran realiza operação para prender quadrilha acusada de fraudar habilitação

Por: Paulo Cosme


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) através da Corregedoria e em parceria com o Ministério Público (Gaeco) e a Polícia Rodoviária Federal está realizando uma das maiores operações policiais já deflagradas na Paraíba em todos os tempos. O trabalho denominado de “Operação Medusa” está acontecendo simultaneamente em cinco cidades paraibanas e tem como objetivo desarticular uma organização criminosa atuante no estado da Paraíba, especializada na emissão fraudulenta de carteiras de habilitação em total afronta aos princípios regidos pela Legislação vigente (Código de Trânsito e Resoluções).

De acordo com o delegado Wallber Virgolino, da Corregedoria do Detran, a operação que conta com a participação de mais de 150 homens da PRF, Polícia Civil e Corregedoria do Detran tem como principal objetivo cumprir vinte mandados de prisão e cinco de apreensão em Campina Grande (sede da operação) e simultaneamente nas cidades Sousa, Alhandra, Taperoá e Umbuzeiro e em outros Estados, a exemplo de Pernambuco.

As investigações que culminaram com a realização da operação foram iniciadas pelo Detran desde o mês de janeiro desse ano depois que o delegado Wallber Virgolino assumiu a Corregedoria do órgão. Estima-se que mais de 100 mil carteiras estão sob suspeita de terem sido adulteradas. No entanto, nenhum dos documentos foi suspenso até agora, em razão da continuidade das investigações e, posterior, identificação de mais pessoas envolvidas no esquema fraudulento.

As fraudes começaram a ser apuradas a partir da continuidade das investigações em torno da ‘Operação Espelho de Prata’, deflagrada no mês de junho do ano passado. De acordo com a polícia, as pessoas que estão sendo procuradas são acusadas de venderem carteiras de habilitação a analfabetos e pessoas de outros Estados que sequer estiveram na Paraíba para retirar a CNH, utilizando-se para tanto da corrupção e cooptação de agentes público (servidores públicos do Detran responsáveis pela inserção de dados falsos no sistema do órgão.

Entre os acusados, (Cerca de cinquenta pessoas) estão despachantes, funcionários do Detran e donos de autoescolas. Durante as investigações a polícia descobriu que uma dessas pessoas beneficiadas pela fraude possuía residência no Estado do Rio de Janeiro (Botafogo, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro/RJ), porém os fraudadores falsificaram um endereço no Sítio São Tomé, s/n, São Sebastião de Lagoa de Roça/Pb cujo objetivo era burlar o Código de Trânsito Brasileiro e dificultar o rastreamento da irregularidade por parte da Corregedoria do DETRAN e da Polícia.

Durante o período investigativo foram feitas imagens, fotografias e ouvidas pessoas no sentido e comprovar o esquema. As investigações deram conta que Organização Criminosa constituída estaria falsificando endereços e comercializando carteiras para moradores de Estados como Pernambuco, Rio de Janeiro, dentre outras cidades e a grande maioria dos endereços falsos eram em rinquões longínquos situados na Zona Rural dos municípios de Umbuzeiro, Boqueirão, Cabeceiras, Lagoa Seca, Lagoa de Roça, Princesa Isabel, dentre outros.

Entendendo a operação- A Medusa (em grego: Μέδουσα, Médousa, "guardiã", "protetora" na mitologia grega, era um monstro ctônico do sexo feminino, uma das três Górgonas. Filha de Fórcis e Ceto, quem quer que olhasse diretamente para ela era transformado em pedra. A Medusa possuia uma cabeça repleta de tentaculos negativos (cobras), sua cabeça Medusa aparecia no objeto utilizado para afugentar o mal conhecido como Gorgoneion. A medusa representa na presente operação os vários tentaculos da Organização Criminosa que atua dentro do Detran-PB, petrificando o serviço público, desmoralizando o Estado/PB nacionalmente e causando prejuizos incalculaveis ao erário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 266 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal