Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/05/2011 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Trio de estelionatários carioca que agia em todo o Nordeste é preso dentro de pousada na Capital

Por: Paulo Cosme


Um trio de estelionatários do Rio de Janeiro acusado de integrar uma quadrilha que vem agindo em todo o Nordeste foi preso em flagrante na noite de sábado (30) dentro de uma pousada na Capital. As prisões foram realizadas por policiais militares do Serviço de Inteligência da 4ª Companhia, com sede na cidade de Cabedelo sob o comando do Major Barros.

O cabo Cláudio explicou que há cerca de 40 dias um homem identificado por Leandro Alves da Silva chegou a locadora Avis Veículos e locou um celta prata por dois dias. O carro não foi devolvido à locadora que poucos dias depois recebeu uma informação da operadora de cartão de crédito informando de que cartão usado pelo locador tinha sido clonado.

O proprietário da locadora prestou queixa a polícia as investigações foram iniciadas. Na noite de sábado (30) um funcionário da locadora viu o carro estacionado numa pousada na praia de Cabo Branco e avisou ao gerente da locadora que acionou a polícia.

Os policiais foram até o local e prenderam o estudante Gustavo Coelho B. Ullmann, 24 anos. No quarto onde ele estava hospedado a polícia encontrou sete máquinas usadas para passar o cartão de crédito, além de chips de várias operadoras e 21 cartões do Hipercard todos novos e sem nenhum dado. Também foram presos, o estudante Rafael Ramos da Silva, 29 anos e o vendedor Júlio César da Costa Figueiredo, 33 anos.

O cabo Cláudio explicou que para aplicar o golpe eles usavam uma camisa de uma empresa que presta serviços as operadoras das maquinetas. Eles chegavam no estabelecimento comercial dizendo que tinham vindo fazer manutenção no equipamento e aproveitava para colocar um chip de celular que armazenava os dados dos clientes.

Poucos dias depois, eles voltavam ao estabelecimento comercial, retiravam o chip do celular e com os dados armazenados clonavam os cartões e passavam a fazer compras no comércio. De acordo com o cabo Cláudio, até agora a polícia tem conhecimento de que eles agiram em três postos de combustíveis da Capital, sendo dois em Mangabeira e um no bairro de Manaíra.

Durante as investigações, a polícia descobriu que Gustavo Coelho é irmão de um policia civil que é chefe do Serviço de Inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro e Rafael Ramos é irmão de um delegado da policial federal de Niterói.

A polícia vai dar continuidade às investigações para prender outros integrantes e apreender a máquina que era usada para clonar os cartões. Após a prisão o trio foi levado para a Delegacia de Tambaú e autuados em flagrante por estelionato, roubo e falsificação de documentos pela delegada Simone Barbalho.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 325 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal