Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

25/04/2011 - O Liberal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas usam nome da Receita

Por: Ângela Pessoa


Golpistas estão agindo na região em nome da Receita Federal e procuram por empresários por telefone ou pessoalmente, pedindo o pagamento de uma revista que seria supostamente publicada pela Receita Federal. Os golpistas estão ainda solicitando o pagamento de boletos mensais que seriam para uma falsa associação. Um dos argumentos usados por estelionatários é a mudança da superintendência da Receita Federal e que estariam fazendo fiscalizações em empresas da RPT (Região do Polo Têxtil).

A Receita Federal de Piracicaba informou que o golpe do gênero começou a ser aplicado naquela cidade e agora a quadrilha age na região, inclusive em Americana. Não houve qualquer mudança da superintendência e nem mesmo a Receita Federal mantém qualquer tipo de publicação ou revistas. Segundo a superintendência de Piracicaba, as denúncias dos golpes já chegaram ao conhecimento do órgão e a assessoria de imprensa faz um alerta por causa da proximidade do final de prazo para a entrega do IR (Imposto de Renda).

"Eles aproveitam que a Receita Federal está muito na mídia esta semana para agir. Pedem valores de R$ 4 mil a R$ 6 mil para uma publicação e depois uma taxa mensal. É tudo falso e esse tipo de ação de golpistas costuma se intensificar nessa época devido ao prazo final para a entrega do IR", informou a assessoria da Receita.

ALERTA

O órgão federal detectou que os golpes via internet e e-mail já não estão mais surtindo efeito aos golpistas como antes porque os contribuintes já foram muito alertados. Segundo o órgão, agora os criminosos estão buscando meios mais sofisticados de agirem, por telefone. A orientação do órgão é nunca entrar em links ou acreditar em e-mails falsos.

A Receita Federal esclarece ainda que a única forma de contato é por intimação do contribuinte através de carta, para comparecer pessoalmente em uma unidade do órgão. A Receita também não pede o pagamento imediato de qualquer valor ou boleto para associação, nem mesmo patrocínio de qualquer publicação.

Outra forma de contato com a Receita Federal é através do próprio site do órgão, o www.receita.fazenda.gov.br. A carta verdadeira encaminhada pela Receita pode ainda solicitar que o contribuinte entre no site para verificar os documentos solicitados por ter caído na "malha fina", mas na carta consta um código de acesso, o nome do fiscal, o nome do supervisor e outros dados que devem ser verificados através do próprio site da Receita Federal.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 95 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal