Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/08/2007 - Correio Braziliense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

E-mails falsos ainda ludibriam usuários da Internet

Por: Leandro Galvão


O e-mail chega à caixa de mensagens, o conteúdo é aparentemente sério e vem até com a marca da empresa ou órgão público. Mas, em algum momento, a mensagem o orienta a clicar em um link para regularizar sua situação em alguma empresa ou órgão público ou oferece promoções e vantagens. É aí que o e-mail falso instala em seu computador um tipo de programa conhecido como "trojan" ou "spyware" – que pode rastrear suas ações no computador para capturar informações suscetíveis como senhas de banco, senhas de e-mail, etc – ou simplesmente instalar algum vírus. Quem usa Internet diariamente sabe que isso acontece com freqüência. Apesar de já ser um problema relativamente antigo, ainda existem pessoas que caem na armadilha.

Especialistas em segurança da informação sustentam que qualquer usuário de Internet está sujeito a isso. "Várias pessoas aparecem com vírus ou trojan, mas ninguém gosta de assumir. Muitas vezes também o usuário sequer tem a consciência de que está caindo nisso", afirma Pablo Santiago Sánchez, gerente de desenvolvimento de sistemas. Para ele, é preciso sempre estar atentado para essas mensagens e observar bem o destino dos endereços eletrônicos. "Se o link apontar para um site que não seja oficial do remetente, não abra. Os e-mails tentam colocar um endereço que pareça do responsável, algo como www.receitafazenda.hospedagemnanet.com, por exemplo", alerta.

O webmaster Kurt Urban explica que, para alguns servidores de e-mail, é possível evitar o recebimento de mensagens do tipo. Nesses casos, eles têm ferramentas que permitem que o usuário crie seus próprios filtros para isso. "O servidor que recebe e-mails tem vários sistemas de filtragem. Se o domínio não existe, por exemplo, é recusado na hora", diz Kurt Urban. Mesmo com a possibilidade, ele sugere o velho bom senso do internauta. "Um órgão federal nunca vai mandar algum pedido por e-mail. Uma Receita Federal, um banco, um tribunal nunca vai fazer isso. E sempre que mandam, nunca vai vir com algum link. Portanto, desconfie", orienta.

Opinião compartilhada por Pablo Santiago Sánchez. Na dúvida, descarte. "A forma mais simples de evitar esses problemas é simplesmente ignorar qualquer e-mail com propaganda suspeita, por mais tentadora que a oferta pareça", diz. Para ele, ainda falta um certo amadurecimento em relação à maneira de utilizar a Internet. "A melhor defesa é a mudança de atitude da pessoa em relação a isso. Se receber um e-mail desses, antes de clicar em qualquer link, ligue para a empresa e verifique se a oferta é real. Se não for, ignore o e-mail", completa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 421 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal