Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

29/04/2011 - Diário do Grande ABC / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Diretor da AL-PR é afastado por suposta fraude


O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), demitiu hoje o diretor administrativo da Casa, Altair Carlos Daru, após divulgação de que a mãe do funcionário, Hellena Luiz Valle Daru, teria figurado como servidora "fantasma" durante os anos de 2003 e 2005. Nesse período, Daru trabalhava no gabinete do próprio Rossoni. "Por cautela, eu o afastei", disse o presidente da Assembleia. A Procuradoria da Casa analisa a denúncia. Daru não foi encontrado ontem para comentar a exoneração do cargo que ocupava desde fevereiro.

O nome da mãe do servidor veio à tona após operação realizada nesta semana, quando a Polícia Federal, Receita Federal e Ministério Público Federal recolheram documentos para ajudar na investigação de uso de falsos servidores para que terceiros conseguissem restituição do imposto de renda. Duas funcionárias da Casa, que já foram demitidas, e um contador independente, são apontados como operadores do esquema. Há pelo menos 66 restituições sendo investigadas.

O trabalho de apuração começou quando Hellena Daru procurou a Receita Federal, a fim de resolver problemas com o CPF e foi informada de que constava como funcionária da Assembleia, inclusive com restituições de imposto de renda. Ela nega que tenha sido funcionária ou que tenha recebido qualquer salário ou restituição de imposto de renda em todo o tempo em que seu nome teria figurado no cadastro de servidores. Segundo a investigação, ela estava registrada no gabinete de Rossoni.

O deputado negou e disse que até hoje não tinha sido encontrado nenhum documento que comprovasse a nomeação ou exoneração de Hellena Daru. "Antigamente na Assembleia se nomeava da forma que bem se entendia", afirmou. Como há relação de familiaridade entre a pessoa que foi identificada como "fantasma" e o diretor administrativo, ele decidiu pelo afastamento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 182 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal