Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/04/2011 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dupla é presa por golpe de estelionato

Golpistas se passavam por fiscais do Ministério do Trabalho e foram presos em flagrante pela polícia de Lençóis.

Lençóis Paulista – Ontem de manhã, a Polícia Civil de Lençóis Paulista (43 quilômetros de Bauru) prendeu em flagrante dois homens que se passavam por fiscais do Ministério do Trabalho e delegados ambientais com o objetivo de extorquir dinheiro de empresas do município. A dupla ‘convencia’ as vítimas a adquirir espaços de propaganda em duas revistas para evitar fiscalizações e autuações. Em três anos, os estelionatários teriam arrecadado, apenas em Lençóis, R$ 8,3 mil.

A Polícia Civil já conseguiu comprovar o envolvimento dos dois estelionatários em três golpes - contra uma indústria de equipamentos rodoviários, uma de autopeças e uma de montagem industrial. Durante as investigações, o delegado Marcos Jefferson da Silva revela que será apurada a existência de outras vítimas na cidade e na região. “Também estamos apurando se existem mais envolvidos”, diz.

Segundo ele, a polícia foi acionada pelo proprietário de uma dessas empresas que, após três anos de chantagens e ameaças veladas, resolveu denunciar a dupla. Nesse período, ele teria sido coagido por Jurandi de Souza Lima, 59 anos, e João Jorge Balaban, 54 anos, a pagar anúncios em duas revistas, no valor de cerca de R$ 6 mil, para se livrar de eventuais fiscalizações e autuações.

Após o flagrante, a polícia descobriu que eles haviam praticado o mesmo golpe contra outras duas indústrias. Em uma delas, o proprietário chegou a pagar R$ 1,6 mil durante dois anos. Na terceira, houve apenas uma cobrança, em janeiro deste ano, no valor de R$ 700,00. “Se as empresas se recusassem a pagar essa propaganda, que seria feita nessas duas revistas, eles começavam a ameaçar de fazer fiscalização nas empresas”, conta.

Somente com esses três golpes, os acusados, que moram em São Paulo, podem ter “faturado” R$ 8,3 mil. De acordo com o delegado, Jurandi, que é proprietário de uma das revistas onde seria publicado o anúncio, já tem passagens anteriores por estelionato. Ele e João, segundo ele, trabalharam para a segunda revista citada no golpe até outubro de 2010.

Em depoimento prestado na delegacia, os dois negaram as acusações e disseram que só vendiam propagandas. A polícia, contudo, não acredita nesta versão já que, além da confirmação de uma das revistas de que eles não trabalham na empresa desde 2010, com eles, foram apreendidos carteira e distintivo, supostamente falsos, de delegado ambiental.

Jurandi e João foram presos e autuados em flagrante por estelionato (por se passarem por fiscais do Ministério do Trabalho e delegados ambientais) e extorsão (em razão das cobranças mediante ameaça). Ainda ontem, eles seriam transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Bauru.

A Polícia Civil pede para que outras supostas vítimas dos estelionatários entrem em contato com a delegacia de Lençóis Paulista pelos telefones (14) 3264-3206 ou (14) 3263-0101.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 345 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal