Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/04/2011 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso suspeito de vender atestados médicos

Por: Hélio Pellissari

Denúncia partiu da Prefeitura de Ribeirão Preto sobre suposto esquema na UBDS do Quintino Facci

A Polícia Civil de Ribeirão Preto prendeu nesta quarta-feira Juliano da Silva Miguel, 26 anos, por receptação de talões de atestados médicos da rede municipal de saúde, encontrados na residência dele. Ele vai ser investigado por possível venda de atestados médicos.

Miguel foi preso em sua casa, no Jardim Salgado Filho, depois de denúncia feita pela própria prefeitura de que haveria esquema de venda de atestados médicos na UBDS do Quintino Facci II, zona Norte de Ribeirão.

Segundo o secretário da Casa Civil, Luchesi Júnior, a denúncia de venda de atestados foi feita à prefeita Dárcy Vera (DEM), que pediu investigação. "Conversei com uma pessoa que me garantiu conseguir os atestados. Dei os nomes de três funcionários que não deixaram a prefeitura e a pessoa voltou, duas horas depois, com os atestados nos nomes dos servidores", disse o secretário. Ele nega, porém, que a prefeitura tenha comprado os documentos falsos.

A prefeitura entregou à polícia, na tarde da última terça-feira, os documentos falsos e registrou boletim de ocorrência.

Busca e apreensão

A Polícia Civil solicitou nesta quarta mandado de busca e apreensão na residência de Miguel. Em sua casa foram encontrados vários blocos de atestados médicos da Secretaria da Saúde e quatro carimbos com nome e número de registro de médicos.

Segundo o delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) Ricardo Turra, Miguel foi preso por receptação, porque foi constatado que os documentos realmente pertencem à secretaria. A polícia vai investigar se os atestados apresentados pela prefeitura e que estariam sendo vendidos foram falsificados por ele e se há outros envolvidos.

O delegado não descarta a hipótese de que exista a participação de outroas pessoas no esquema, até mesmo funcionários municipais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 133 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal