Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/04/2011 - O Documento Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dez pessoas são indiciadas por venda de habilitações falsas em MT


A Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Jaciara (144 km ao Sul) concluiu nesta semana o inquérito policial da operação ‘Contramão’, que desmontou um esquema de venda de carteiras de habilitação na região Sul de Mato Grosso. Dez pessoas foram indiciadas por crimes de falsificação de documento, formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva e quebra de sigilo de dados.

A operação foi deflagrada, no dia 8 de abril, após um ano e meio de investigações. A quadrilha vendia CNHs sem que fosse necessário o cumprimento do processo legal para expedição da carteira, como curso de formação de condutores e realização de testes de aptidão. O bando cobrava R$ 1,7 mil pela categoria AB, e R$ 2,6 mil pela categoria AD.

Durante a operação, que durou duas semanas, sete pessoas foram presas por mandados de prisão temporária (cinco dias). São eles: Ricardo Lazarotto, 26, Odilon Eustáquio Machado Filho, 31, o ‘Dilon’, Leilane Kellin Martelini, 22, Jefferson Alessandro Silva de Arruda, 29, Ramão Ederson Cacho e João Vitor Oliveira Nunes, 29, gerente de habilitações do Departamento de Trânsito (Detran) de Mato Grosso, preso no dia 19 de abril. A prisão dele não foi divulgada na ocasião devido a impedimento judicial, decretado após a operação e foi acompanhada pela Corregedoria do Detran.

Das prisões temporárias duas foram convertidas em preventiva contra os indiciados o Ramão Ederson Cacho, proprietário da autoescola Modelo, de Cuiabá, e João Vitor Oliveira Nunes. Dos indiciados, um advogado de Jaciara vai responder por quebra de sigilo de dados.

Durante as investigações dezenas de carteiras de habilitação foram apreendidas e encaminhadas para exame pericial. “Essa quadrilha era muito bem organizada e acreditamos que agia em todo o Estado. Por isso, mesmo já tendo concluído o inquérito continuaremos investigando eventual participação de outras pessoas no esquema criminoso”, disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Quanto à prisão do gerente de habilitação, o Departamento de Trânsito informou que abriu procedimento administrativo para apurar o envolvimento do servidor na venda de carteiras. Conforme o Detran, a Corregedoria do órgão está auxiliando as investigações da Polícia Civil no interesse de esclarecer os fatos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 178 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal