Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/04/2011 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende quadrilha suspeita de roubar dados de 10 mil contas bancárias em São Paulo

Por: João Varella

Delegado estima que prejuízos são de ao menos R$ 15 milhões.

A PF (Polícia Federal) desarticulou, nesta quinta-feira (28), uma quadrilha suspeita de fraudar 10 mil contas bancárias por meio de clonagem de cartões de crédito. Foram presos 11 suspeitos de participar da organização criminosa que agia em São Paulo, mas que obteve dados de correntistas também dos Estados do Ceará, Pernambuco e Maranhão.

Segundo o delegado Osvaldo Scalezi, a PF estima que as fraudes tenham gerado um prejuízo de cerca de R$ 15 milhões as instituições bancárias. A Justiça autorizou o bloqueio das contas e o sequestro de bens dos detidos. A medida foi tomada para tentar ressarcir as vítimas da quadrilha, caso os suspeitos venham a ser condenados.

Ainda de acordo com a PF, a investigação começou há cinco meses, após uma empresa lesada pela quadrilha ter registrado a ocorrência junto à polícia. Na época, a empresa vítima do golpe disse que três máquinas leitoras de cartão de crédito tinham sido fraudadas por três homens que se passaram por técnicos de manutenção dos equipamentos. A polícia diz acreditar que funcionários da própria empresa também teriam participado do crime.

Clonagem

A quadrilha instalava um dispositivo nas máquinas que transmitia, por conexão sem fio, dados dos cartões dos clientes dos bancos para notebooks dos suspeitos. Com as informações, os suspeitos clonavam o cartão de crédito da vítima. Os cartões clonados eram usados para compra de diversos itens, desde comida a até joias, segundo a PF.

Dez dos 11 detidos nesta quinta-feira serão indiciados pela polícia por furto qualificado (mediante fraude) e formação de quadrilha. Se condenados, a pena pode ser de até oito anos de prisão. O outro detido deve responder por receptação.

Durante a operação que resultou no susposto desmantelamento da quadrilha, também foram cumpridos 24 mandados de busca e apreensão. A PF ainda tenta cumprir quatro mandados de prisão. Segundo o delegado Scalezi, três equipes de policiais faziam, na tarde desta quinta-feira, buscas.

A ação que culminou na prisão dos 11 suspeitos foi batizada de Pós-habilitado e faz parte do projeto Tentáculos da Polícia Federal, que investiga crimes de clonagem de cartão e fraudes em home banking. O projeto é feito em parceria com a Caixa Econômica Federal, o que permite à PF apurar em tempo real as suspeitas de fraude.

No caso da Pós-habilitado, entre 3.000 e 3.500 contas da CEF sofreram com o golpe, o que gerou um prejuízo de R$ 5 milhões a R$ 6 milhões só a esse banco.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 138 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal