Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

22/04/2011 - Diário de Coimbra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Identificado suspeito de falsificar identidades

Por: Manuela Ventura

Homem residente em São Pedro de Alva assumiu várias identidades e protagonizou um conjunto de denúncias contra terceiros, que se revelaram infundadas.

Reside em São Pedro de Alva, no concelho de Penacova, e está a ser alvo de uma investigação, a cargo do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Penacova, por falsificação de identidades. Não se trata, todavia, de um indivíduo que faça uso da arte de forjar documentos de identificação destinados a terceiros. “Limitava-se” tão só a falsificar a sua identidade e a fazer uso disso de uma forma reiterada.
O indivíduo, que terá na casa dos 30 anos, começou a ser investigado há meses, na sequência de um conjunto de queixas por si apresentadas, a maioria das quais caluniosas e sem quaisquer fundamentos, de acordo com informação do Comando da GNR de Coimbra.
Segundo apurámos junto de fonte policial, o suspeito “assumia” várias identidades, mas revelava uma particular predilecção pela “figura” do advogado. E assim, apresentando-se como advogado levantou vários processos, fez várias denúncias e multiplicou o número de queixas. Nem a GNK terá escapado a esta fúria denunciadora, que conduziu, também ela, à denúncia dos visados, na maioria dos casos, segundo apurámos, pessoas com as quais não mantinha as melhores relações.
Ou seja, um registo que quase se pode considerar de “vingança” ou “ajuste de contas” levou o indivíduo de São Pedro de Alva a criar um conjunto de “casos”, cuja investigação policial revelou não terem, na sua grande maioria, qualquer consistência ou fundamento, não passando, como tal, de situações de calúnia.
O suposto advogado acabou por ser identificado pelo NIC da GNR de Penacova e, na passada quarta-feira no âmbito das diligências resultantes do processo, foi efectuada uma busca a casa do suspeito. Segundo informação do Comando da GNR de Coimbra, dessa operação de busca resultou a apreensão de quatro computadores, dois portáteis e outros dois de secretária, uma pen, três cartões de memória, 37 CD, 51 disquetes e diversos documentos.
O suspeito foi identificado pela GNR e vai ser presente a tribunal, competindo agora ao Ministério Público analisar a situação e decidir se há ou não matéria para dar continuidade às investigações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Filipe Sousa - 26/12/2012 14:28

BOA TARDE
ANTES DE PUBLICAR DEVERIAM DE TER A CERTEZA DA NOTICIA....!



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal