Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

21/04/2011 - Portal Exame Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe atinge clientes de 16 bancos brasileiros

Por: Maurício Grego

A empresa de segurança computacional ESET identificou uma rede de falsos sites bancários criados para roubar dados de contas no Brasil.

São Paulo — A ESET, empresa especializada em segurança de computadores, identificou três servidores utilizados por criminosos para roubar senhas e dados pessoais no Brasil. Os servidores hospedam 63 sites falsos, com terminações .br, .com e .gov.br. Entre eles, há sites falsos de 16 bancos brasileiros.

Segundo a empresa, o Brasil é líder em ataques do tipo phishing envolvendo bancos. Nesses ataques, o criminosos constrói um site falso imitando o do banco. Depois, usando e-mail, mensagens instantâneas e textos em redes sociais, procura enganar o usuário para que vá ao site falso. Pensando tratar-se do verdadeiro, a pessoa fornece sua senha e outros dados pessoais. O criminosos pode, depois, utilizar esses códigos para desviar dinheiro da conta da vítima.

“Os criminosos virtuais do Brasil estão muito focados no roubo de credenciais bancárias. A maioria dos ataques é projetada para essa finalidade. O tamanho do país e o grande número de usuários de home banking são as principais motivações para isso”, diz Pablo Ramos, especialista da ESET.

Cuidados

Para evitar cair nesse tipo de golpe, continua valendo as recomendações habituais. É preciso desconfiar sempre de mensagens que pedem que a pessoa vá ao site do banco e digite seus dados. A presença do logotipo do banco não é, é claro, garantia de que o texto seja autêntico.

Ao usar serviços bancários, é importante verificar se o endereço indicado no browser é mesmo o do banco. O acesso deve ser criptografado, o que é indicado pelo endereço começando em "https://".

O cuidado deve ser redobrado quando o site pede que o usuário instale algum suposto programa de segurança. Se o site for falso, é provável que o programa seja um cavalo de troia. E, naturalmente, ter um bom antivírus no computador é indispensável para se garantir contra eventuais distrações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 618 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal