Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/08/2007 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Digitalização dificulta fraudes


A digitalização da identidade é uma estratégia de segurança, para evitar a prática de fraudes. A partir de agora, todos que forem solicitar a segunda via do documento no Instituto de Identificação terão suas digitais armazenadas junto com outras informações pessoais, como nome dos pais e naturalidade. No entanto, o sistema tradicional ainda continua em vigor em outros locais, como as Casas do Cidadão no Benfica e Centro, que emitem a primeira via do documento.

Ao chegar no atendimento, os cidadãos repassam os dados contidos na certidão de nascimento, que irão compor seu registro. Depois, é coletada a assinatura, a digital e realizada a foto. Esse processo, por mais simples que pareça, confunde algumas pessoas.

De acordo com a gerente do Instituto, há pessoas que já levaram 30 minutos para assinar o documento. Já as mulheres costumam reclamar das fotografias e pedir para que uma nova seja feita, o que atrapalha o processo.

A etapa seguinte ao atendimento é o tratamento da impressão, a comparação e a confirmação da digital. Com o banco de informações digital, fica mais difícil para um indivíduo mal intencionado obter um documento. Se ele tentar usar um nome falso para solicitar a identidade, a comparação acusará que o registro dele, na verdade, é outro.

“Hoje, se a pessoa vier a perder o documento ou for roubada fica vulnerável à fraude. Com o novo sistema fica mais difícil”, explica Aurimar Costa.

Ela reforça que a população deve zelar pelo documento de identidade e aconselha a fazer uma cópia, autenticar em cartório e andar com ela.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 345 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal