Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

15/04/2011 - Alagoas 24 horas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal aciona Justiça para solucionar fraudes no abastecimento


Apesar das ações de combate ao furto de água desenvolvidas regularmente pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), as ligações clandestinas, conhecidas popularmente como “gatos”, continuam a causar prejuízos à empresa. Em virtude desse problema, a Casal tem acionado o Poder Judiciário para combater os casos de fraude no abastecimento de água, e as primeiras sentenças começaram a ser publicadas.

Em Água Branca, sertão alagoano, uma decisão do juiz da comarca determina uma punição de dois anos de reclusão (convertida em pena alternativa), além de multa baseada no salário mínimo, a um acusado de furto de água. A sentença, publicada no Diário da Justiça Eletrônico, levou em consideração “todo o tempo em que o acusado ligou o sistema clandestinamente para abastecer sua propriedade”.

A captação irregular de água é crime previsto no Código Penal Brasileiro há mais de setenta anos, porém o número de pessoas que continuam a desafiar a legislação na capital e no interior do Estado ainda é elevado.

Antes de ingressar com ações na Justiça, a Casal procura sanar as dívidas dos usuários e infratores oferecendo condições especiais de negociação. Além disso, a empresa disponibiliza aos clientes de baixo poder aquisitivo a possibilidade de cadastramento na tarifa social da Companhia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 147 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal