Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/04/2011 - O Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM liderava quadrilha de clonadores de cartões

Por: Arthur Araújo e Esdras Marchezan

Soldado do 1º Batalhão da Polícia Militar, em João Pessoa, foi preso ontem à tarde por policiais do GOE.

Um soldado da Polícia Militar paraibana foi preso no fim da tarde de ontem por policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, acusado de envolvimento com a quadrilha de clonadores de cartão de crédito, presa na quarta-feira, na Grande João Pessoa, que aplicaram golpes no valor de R$ 1 milhão em João Pessoa e Recife, em Pernambuco.

De acordo com o delegado do GOE, Jean Francisco, o soldado Rafael Paz de Siqueira Andrade, do 1º Batalhão da Polícia Militar, em João Pessoa, é apontado nas investigações como um dos principais organizadores do esquema de clonagem de cartões de crédito descoberto pelo GOE. Com a prisão dele chega a seis o número de prisões realizadas pela Polícia Civil dentro da Operação Playboy. Mesmo depois da prisão de cinco integrantes da quadrilha, na quarta-feira, o soldado teria se apresentado normalmente para trabalhar ontem no batalhão e foi surpreendido com a prisão dele.

No fim da tarde o soldado Rafael foi encaminhado ao GOE, mas policiais que estavam na delegacia não quiseram apresentá-lo à imprensa, como aconteceu com os outros cinco integrantes da quadrilha na quarta-feira. Ainda nas operações realizadas ontem a Polícia Civil apreendeu outro jet ski em uma marina na Grande João Pessoa.

A Operação Playboy foi executada pelo GOE, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Foram presos os pernambucanos André Cruz Sousa Leão, 31 anos, Gustavo Henrique Feijó Pessoa, 32 anos, José Nilson Dantas Júnior, 29 anos, Felipe Brito Germoclio, 32 anos e José Nilson Dantas, 54 anos, pai de Nilson Júnior.

Além de vários aparelhos de ar condicinado, computadores, revólveres e cartõe clonados, os policiais apreenderam com o grupo sete motos, um quadriciclo, dois veículos (um i30 da Hyunda roubado e uma L200, da Mitsubish e um jet ski. De acordo com a polícia, os acusados costumava se exibir como dinheiro obtido através dos golpes, inclusive chegando a tomar banho de uísque e acender cigarros com notas de R$ 50,00. O policial preso ontem foi ouvido pelo delegado Jean Francisco e deve ficar preso no 1º Batalhão da PM.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 603 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal