Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

07/04/2011 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal é preso acusado de desviar mais de R$ 1 milhão da Previdência de Goiás

Por: Valquíria Ferreira


Na madrugada de ontem, a Polícia Civil do Maranhão juntamente com a Polícia Civil de Goiás efetivou a prisão de um casal acusado de desviar mais de R$ 1 milhão no estado de Goiás. Os dois suspeitos estavam dormindo em uma casa situada no Bairro da Cohab II, em Bacabal.

Rogério Silva Teixeira, 28 anos, e sua mulher Maria Jociane Rêgo dos Santos, 26 anos – grávida de nove meses, foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedido pela Justiça de Goiás.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Val Paraíso, em Goiás, Marcelo Mauad, Rogério desviou a quantia de R$1.203.000,00 no período de janeiro de 2009 a setembro de 2010, do Instituto de Previdência, do município goiano. “Ele era responsável pela folha de pagamento da Previdência, emitia contra cheques em nome de outras pessoas e depositava o dinheiro na conta de parentes”, contou o delegado. As pessoas que deveriam ser beneficiadas haviam recebido o dinheiro temporariamente.

A polícia tomou conhecimento do desvio de verbas públicas, após ser constatado o desfalque em uma auditoria da prefeitura de Val Paraíso. Com isso, a Polícia Civil de Goiás investigou o caso e averiguou que Rogério havia feito o desvio do dinheiro, para beneficiar parentes. “O caso continua sendo investigado. Temos 90% de certeza que Rogério agia sozinho, mas não descartamos a participação de outras pessoas nesse caso”, completou o delegado Marcelo Mauad.

Quando as investigações estavam avançadas e os mandados de prisão preventiva foram expedidos, Rogério e Maria Jociane haviam se mudado de Goiás para o Maranhão. Após investigações, a polícia descobriu o endereço dos acusados, que ontem culminou na prisão de Rogério e de sua mulher. Maria Jociane é acusada como cúmplice do marido no crime, pois segundo a polícia ela tinha conhecimento dos desvios, e foi uma das pessoas beneficiadas.

O casal foi autuado pelos crimes de peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Em Goiás, quatros pessoas foram presas no mês de dezembro de 2010, suspeitas de serem beneficiadas com o desvio do Instituto de Previdência.

Rogério foi recambiado na noite de ontem para Goiás, e Maria Jociane vai ficar em São Luís devido à sua gravidez, e deve dar à luz amanhã.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 429 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal