Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

06/04/2011 - O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia de SP descobre laboratório de falsificação de bebidas


SÃO PAULO - A polícia de São Paulo descobriu nesta quarta-feira um depósito de bebidas falsificadas no bairro da Freguesia do Ó, na Zona Norte da capital paulista. A bebida era vendida para bares e boates da Vila Madalena, na Zona Oeste, e dos Jardins. O depósito funcionava em uma garagem no subsolo de um prédio comercial e tinha uma linha de produção das bebidas. Havia no lugar dezenas de galões sem nenhuma identificação, cheios de uísque e vodka falsificados.

De acordo com o delegado, as garrafas das bebidas falsificadas eram vendidas por R$ 30, enquanto as verdadeiras custam mais de R$ 100. Entre as falsificações, estavam vodka Absolut e Smirnoff e uísque Johnnie Walker

- A falsa sai por uma média de R$ 30 cada garrafa. Nós temos várias marcas de uísque que o valor é bem superior a esse - diz o delegado Marcio Martins Mathias.

Uma torneira enchia as garrafas. Depois, elas eram lacradas. Recebiam rótulos falsos, selos para simular o recolhimento de impostos, tampas e lacres. A garagem também funcionava como depósito. Foram apreendidas centenas de caixas com garrafas de vodca, tequila e uísque.

Segundo a polícia, as garrafas vazias das bebidas originais eram recolhidas em casas noturnas. O dono do depósito foi preso pela segunda vez. Um dos fornecedores, segundo a polícia, era uma fábrica fechada meses atrás em Pirituba. Ele vai responder pelos crimes de falsificação de alimentos e de sonegação fiscal.

O delegado Marcio Martins Mathias investiga quem comprava a mercadoria.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 466 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal