Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/04/2011 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Maior uso do cartão de crédito aumenta as fraudes

Por: Luciene Garcia

Para advogada, inclusão digital acelerou o uso do plástico.

O uso do cartão de crédito e de débito cresceu 183% nos últimos dez anos, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Cartão de Crédito e Serviços, e a expansão também é registrada em Ribeirão Preto.

Alvo fácil de fraudes e de condutas criminosas, essa forma de pagamento exige cuidados redobrados para o titular não ter prejuízos e dores de cabeça.

Mariana Fideles, advogada de Direito Cível do escritório Braga e Balaban Advogados, lembra que a transação dessa forma de pagamento foi facilitada pela inclusão digital.

"Os consumidores devem ter alguns cuidados ao realizar o pagamento por meio de cartões de crédito e débito, ou mesmo pela internet", observa.

Quando o consumidor vai contratar serviços de instituições financeiras, lojas e de redes de serviços, ele precisa estar atento a cuidados aparentemente simples, mas que fazem muita diferença, como a escolha da senha ou acompanhar o procedimento quando comprar e pagar com o cartão.

Prejuízos

Se for vítima de fraude ou clonagem, o consumidor pode ter prejuízos financeiros.

As bandeiras administradoras dos cartões e as instituições costumam reembolsar o titular do cartão, lembra Fideles, mas é preciso tomar medidas essenciais.

A primeira é participar a administradora para bloquear o cartão e registrar um boletim de ocorrência policial.

"Se o consumidor tiver problemas para reembolso, a orientação é que ele procure o Procon da sua cidade se a quantia for pequena. Se for maior, o ideal é procurar um advogado", orienta a advogada.

Para receber um novo cartão, há um prazo para emissão e o custo depende de cada operadora.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 159 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal