Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/04/2011 - Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista rouba US$ 8 milhões de editora da 'Wired' com e-mail falso


De acordo com documentos de um tribunal norte-americano, a Condé Nast, editora das revistas "Wired", "Vanity Fair", "Vogue", entre outras, foi vítima de uma fraude no valor de quase US$ 8 milhões. Em novembro de 2010, o criminoso enviou um e-mail para a empresa se passando pela gráfica e informando novos dados da conta bancária para o pagamento das impressões. O e-mail era falso e o problema só foi descoberto quando a gráfica verdadeira questionou por que não estava sendo paga.

Para realizar o ataque, o golpista registrou uma empresa com o nome de Quad Graph, enquanto a empresa que realiza as impressões para a Condé Nast é a Quad Graphics. A conta que recebeu os pagamentos pertence a Andy Surface, um residente do Texas de 57 anos. Ele transferiu cerca de U$ 84 mil para uma conta pessoal.

No final de dezembro de 2010, um mês e meio após o início da fraude, a Quad Graphics questionou por que não havia recebido o pagamento referente aos serviços de impressão. A Condé Nast realizou uma investigação interna e a gráfica negou que suas informações bancárias tivessem sofrido qualquer alteração, comprovando a fraude. Nesse ponto, o dinheiro já havia sido transferido para a conta falsa.

A editora imediatamente notificou o FBI, solicitando o congelamento dos fundos da conta até que uma investigação fosse concluída. Até o momento, Andy Surface não foi acusado de nenhum crime.

A própria Wired divulgou o caso no Threat Level, o blog de segurança da revista. A primeira publicação a relatar a fraude foi a Forbes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal