Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

05/04/2011 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é detido suspeito de aplicar golpe do consórcio em Belo Horizonte

Segundo polícia, o homem já foi detido outras vezes por estelionato. Vítimas procuraram o suspeito para reivindicar os veículos negociados.

Um homem foi detido, na tarde desta terça-feira (5), por suspeita de aplicar o golpe do consórcio no Centro de Belo Horizonte. De acordo com o delegado Robson Paes, responsável pelo caso, a detenção foi feita depois que algumas pessoas foram ao escritório do suspeito para reivindicar os veículos que negociaram com ele. A polícia foi chamada no local por causa da discussão.

Segundo o delegado, o homem intermediava as negociações de veículos supostamente sorteados em consórcios. Ele anunciava as vendas pela internet e em jornais de grande circulação. Após contatá-lo, as vítimas deveriam depositar um valor, que variava de acordo com a negociação feita, na conta do suspeito para realizar a transferência. De acordo com Robson Paes, o homem tinha as senhas para acesso dos dados sobre os consórcios verdadeiros e passava para os clientes como forma de garantir que eles não percebessem o golpe.

O suspeito e oito pessoas, que alegaram ser vítimas dele, foram encaminhadas até a delegacia. Segundo Paes, os prejuízos são de cerca de R$ 100 mil. Após levantamento dos dados dele, a polícia constatou que o homem já tinha passagens por estelionato e falsificação de documentos.

Por esses crimes, ele foi condenado há dois anos e meio e cumpria pena em regime semi-aberto.
O delegado informou que o suspeito foi solto porque não houve flagrante. De acordo com Paes, oito inquéritos devem ser abertos para investigar os crimes cometidos contra cada vítima.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 235 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal