Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/04/2011 - O Barriga Verde Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista é preso em Taió, acusado de extorsão

Jose Carlos Antunes (identifica-se como Luiz).

Foi preso nesta quarta feira, José Carlos Antunes, que atendia pelo nome falso de Luiz. Outros que agiam com ele ainda estão sendo investigados. Eles atuavam como cobradores de contas. O bando era contratado por algum credor e geralmente para cobrar quantias vultosas e contas consideradas perdidas. Sabendo do valor da dívida e endereço do devedor, os contratados se apresentavam e exigiam o pagamento da dívida que lhes fora confiada. Para isso, utilizavam de várias estratégias e inclusive ameaças físicas e contra a própria vida, bem como a de familiares.

Para cobrar as contas procuravam e ameaçam suas vítimas continuamente expondo-as a forte tortura psicológica, e desta forma, faziam com que transferissem grandes quantias de dinheiro e bens (carros, caminhões etc.) como forma de pagamento. A principal arma utilizada era o medo.

Além desta conduta criminosa, este grupo também fazia os próprios credores suas vítimas.

Depois de serem procurados para cobrar uma dívida, os agentes exigiam um adiantamento do credor para executar o serviço.

Logo após o credor recebia uma ligação dos suspeitos alegando ter conseguido cobrar a dívida "confiscando" um bem do devedor. Alegavam que o bem possuía maior valor que a dívida do credor. Assim, eles precisavam de certa quantia em dinheiro para devolver para o devedor.

Assim que era depositada essa quantia, os "cobradores" alegavam que aquele bem antes descrito, (geralmente um automóvel), foi apreendido pela polícia. Dessa forma, o credor não recebia o valor da dívida e ainda gastava mais dinheiro com os golpistas.

Se você foi vítima de alguma ação destes criminosos registre sua queixa na Delegacia de Polícia Civil de sua cidade. É muito importante para todos que este tipo de ação não volte a ocorrer.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 282 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal