Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

30/03/2011 - Jornal de Piracicaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário é acusado de estelionato

Por: José Roberto Silva


O proprietário de uma academia de musculação localizada no bairro Glebas Califórnia, em Piracicaba, é acusado de estelionato pelos frequentadores. Um grupo de 21 pessoas registrou um Boletim de Ocorrência (2.222/2011) no Plantão Policial na noite de segunda-feira, 28.

Os alunos contaram aos policiais que chegaram à academia na sexta-feira (25) e encontraram um aviso na porta informando que o estabelecimento não iria mais desenvolver a atividades e aqueles que tivessem interesse em ser restituídos de valores residuais seriam atendidos e teriam os valores depositados em conta corrente, em datas e horários que seriam definidos em um plantão.

No aviso, havia um e-mail para que os interessados entrassem em contato para agendar um horário. O grupo informou que aproximadamente 200 pessoas podem ter sido enganadas pelo proprietário identificado como João André Martins Dias e Silva. Cada contrato era firmado no valor de R$ 468.

Entre as pessoas que procuraram a polícia, algumas delas renovaram o contrato na quarta-feira (23), dois dias antes da academia fechar as portas. Para os alunos, ficou clara a intenção do proprietário de se apoderar do dinheiro.

A auxiliar contábil Vanessa Ferreira Martins contou que entregou sete cheques de R$ 66 para o contrato de 12 meses. "Outras pessoas pagaram com cartão de crédito é não é possível sustar os pagamentos parcelados", contou.

Ela disse que a academia existe no bairro há três anos e no início os pagamentos eram feitos mensalmente, sem a necessidade de cheques pré-datados ou cartão de crédito. Segundo a frequentadora, o procedimento para renovação e novos contratos mudou no ano passado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 217 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal