Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/07/2007 - O Progresso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe contra idosos


Depois de trabalhar por 30, 35, 40 anos ininterruptos, um grupo de cidadãos brasileiros sem instrução e sem qualquer acompanhamento jurídico por parte dos órgãos competentes, acaba virando presa fácil na mão de golpistas que tiram o pouco de dinheiro que restou para essas pessoas com a promessa de agilizar o processo de aposentadoria ou, até mesmo, de revisão do benefício. São falsos despachantes que se aproveitam da boa fé e da ingenuidade quase infantil dessas pessoas para tirar vantagens. O mais grave é que, diante da morosidade da Previdência Social em julgar e conceder o benefício da aposentadoria para aqueles que passaram grande parte da vida contribuindo compulsoriamente com o governo, cresce o número de oportunistas que ganham dinheiro vendendo aos integrantes da chamada terceira idade a ilusão que a aposentadoria poderá chegar mais cedo. Se os processos tivessem celeridade, este tipo de coisa não ocorreria.
Esses estelionatários existem porque o governo federal prima pela morosidade nos processos de concessão de aposentadoria ou pensão, ou seja, são oportunistas que existem porque o poder público abre possibilidade para a fraude. O fato é que as autoridades falham na missão de atacar essa modalidade de crime, que passa a ser hediondo a partir do momento que lesa pessoas indefesas e sem qualquer amparo do Estado. É preciso desenvolver campanhas educativas mostrando aos idosos que não existe pessoas físicas ou jurídicas habilitadas pela Previdência Social para acompanhar ou acelerar os pedidos de aposentadoria. Além disto, os órgãos que trabalham com os idosos, principalmente os clubes da terceira idade, bem como as Secretarias de Promoção Social, precisam alertar os idosos para os cuidados com golpistas que atuam não apenas em Dourados mas em todo o país. O mais grave é que a atuação destas quadrilhas acaba prejudicando quem se ilude pensando está buscando o beneficio pelo caminho correto.
Para reduzir o dano causado por falsos despachantes, o governo precisa admitir perante os cidadãos que a demora na concessão das aposentadorias ou revisão dos valores é por culpa exclusiva da Previdência Social que não tem profissionais em número suficiente para julgar com rapidez os processos. Quem sabe assim, conscientes das limitações do governo, os idosos deixem de aceitar assessoria dos golpistas que se infiltram dentro da estrutura do próprio órgão público para tirar dinheiro de quem sonha em ter acesso a uma simples aposentadoria.
Ao mesmo tempo, a Previdência Social deveria contratar funcionários para informar as pessoas que passam horas nas filas dos postos de atendimento, já que é fundamental que, logo num primeiro contato com profissional habilitado, o segurado seja orientado para que recuse ajuda de qualquer oportunista que se apresentar como habilitado em acelerar os processos que ficam meses encalhados nas mesas das gerências regionais em todo o país.
Bom seria se a Polícia Federal pudesse infiltrar agentes nestes postos de atendimento para identificar e prender os golpistas que vendem a ilusão da aposentadoria rápida e fácil. O que não pode é o idoso continuar sendo vítima de oportunistas que atuam nas proximidades e, em alguns casos, até mesmo no interior das agências da Previdência Social, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo. Fica a sugestão para que os responsáveis pelas políticas públicas nos âmbitos municipal, estadual e federal aproveitem o Estatuto do Idoso para garantir os benefícios que a Lei reserva à terceira idade. Eles poderiam começar pela melhoria do atendimento em órgãos públicos e, principalmente, com uma melhor orientação no interior desses órgãos, já que os golpistas têm maior dificuldade para chegar onde existe informação e segurança. Enquanto isto não for possível, a agência regional da Previdência Social em Dourados poderia abrir as portas ainda de madrugada para abrigar as pessoas que passam a noite nas filas à espera de atendimento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 314 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal