Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/04/2011 - Agência RBS / A Notícia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Spams mal intencionados


Os ladrões virtuais brasileiros usam muito os spams para praticar fraudes na rede. Essa é a conclusão de um levantamento realizado pela Trend Micro. Das mensagens indesejadas que circulam no país, 80% têm como foco o roubo de informações bancárias. Em outros países da América Latina, esse índice é de 40%. Já na China, por exemplo, a motivação maior é disseminar opiniões de ativistas, que protestam contra o rigor do governo.

No relatório, o country manager da Trend Micro, Fábio Picoli, alerta que notícias atraentes, reais ou não, também foram usadas para atrair os usuários. Como, por exemplo, mensagens sobre celebridades que teriam sofrido um acidente, contendo um link ou anexo que direcionava ao malware. Outro spam utilizou cartões-postais on-line para levar os usuários a acessar links mal intencionados ou a fazer o download de anexos maliciosos.

Normalmente, estes e-mails são disparados das redes chamadas de botnets, que são um conjunto de computadores ligados uns aos outros e podem ser controlados à distância por uma única máquina, sem o conhecimento e autorização do proprietário do computador. Máquinas infectadas são chamadas de zumbis.

A quantidade de spams distribuídos por essas redes é grande. Só no Brasil, em 2010, circularam 300 milhões de mensagens indesejadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 374 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal