Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

31/03/2011 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatários usam ‘kit falsificação’ para comprar em lojas de Sorocaba carros que jamais teriam parcelas pagas

Por: Mayco Geretti


Cinco carros comprados mediante golpe em lojas de Sorocaba e outro em uma concessionária de Ibiúna. Já é muito, mas essa promete ser apenas a ponta do iceberg. A Polícia Civil prendeu dois homens, moradores da Capital, que estavam adquirindo na região veículos financiados que jamais seriam pagos. Para terem os dados cadastrais fictícios aprovados pelas financeiras, os golpistas utilizam um “kit falsificação”.

A cada nova compra, os acusados Rizonaldo Oliveira Moraes e Leonardo Pavelski adotavam uma identidade diferente baseada nos documentos falsos que iriam apresentar. Um mesmo nome jamais era repetido numa mesma cidade. Rozinaldo, por exemplo, se transformou em Luiz e em Denilson para aplicar a fraude.

Segundo o delegado José Humberto Urban Filho, o “kit falsificação” contava com RG, comprovante de endereço, holerite e todos os documentos requisitados para se conseguir um financiamento. Tudo, no entanto, era falso.

Quando a compra era fechada, o carnê de parcelas era impresso e enviado para um endereço qualquer que havia sido escolhido pelo estelionatário. “Quando o carnê chegava na casa de uma pessoa ela simplesmente ignorava, uma vez que o nome presente no carnê não era de ninguém daquela casa”, explica o delegado.

Ao identificarem que as parcelas não estavam sendo pagas, as financeiras tentavam contato com os compradores e descobriam que nem eles, nem os veículos, jamais haviam passado pelos endereços fornecidos.

Falha na checagem

Segundo o delegado José Humberto Urban Filho, o golpe era relativamente simples e se tornou bem-sucedido em razão da deficiência na checagem de dados praticada pelas próprias vítimas, no caso, as financeiras. “Se antes de fechar um financiamento o banco enviasse um funcionário ao endereço informado para fazer uma checagem mínima, esse tipo de golpe não obteria sucesso.”

A dupla abusava da ousadia. Em uma loja da zona norte, Rizonaldo escolheu um carro que estava batido. Lá ele apresentou os documentos falsos e disse que retornaria em três dias para buscar o veículo, mas exigiu que o reparo na lataria fosse feito nesse tempo. O veículo, reformado, jamais foi localizado.

Dupla é presa quando iria aplicar golpe outra vez

A investigação feita pela polícia de Sorocaba descobriu que Rizonaldo e Leonardo estavam em São Manoel (SP). As autoridades daquela cidade foram alertadas sobre a possibilidade de golpe e, na semana do Carnaval, localizaram os acusados no momento em que eles se prepararam para comprar um carro. Com a divulgação da foto dos criminosos, a polícia local acredita que outros casos na região serão esclarecidos.

Nome negativado

A polícia investiga a origem dos dados falsificados que eram usados pelos estelionatários e ainda não sabe se os nomes eram escolhidos a esmo ou se documentos extraviados tinham fotos trocadas para dar início à falsificação. Segundo a polícia, um dos nomes utilizados pertence a um morador de Sorocaba que em nada tem a ver com o golpe. Ele descobriu que seu nome está negativado pela falta de pagamento de um carro comprado pelos estelionatários.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 481 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal