Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

31/03/2011 - V News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Unicamp abre sindicância contra professor acusado de fraude

Editora científica invalidou pesquisas de Claudio Airoldi. Colaborador nega falsificação de dados e reclama de ‘falta de respeito’.

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) informou nesta quinta-feira (31) que “instaurou uma sindicância interna” para apurar acusações de fraudes em artigos científicos cometidas pelo professor de química Claudio Airoldi, de 68 anos. Onze trabalhos do pesquisador foram invalidados pelas revistas científicas onde foram publicados, segundo reportagem desta quinta do jornal “Folha de S. Paulo”.

O jornal afirma que, de acordo com a editora responsável pela publicação dos estudos, Airoldi teria falsificado imagens usadas para avaliar novas moléculas. As pesquisas, publicadas entre 2008 e 2010, foram feitas em colaboração com um então aluno de pós-graduação, Denis Guerra, hoje na Universidade Federal de Mato Grosso.

O G1 tentou entrar em contato com Airoldi, mas não obteve resposta. Por telefone, Denis Guerra afirmou que “não existe falsificação de dados”. “Não existe nenhuma necessidade de um pesquisador da Unicamp fabricar dados, isso é uma acusação absurda”, disse ele.

“O que está acontecendo é uma falta de respeito com um cientista nacional. Porque os artigos foram retirados e não houve nenhuma satisfação. Nós mandamos as provas e não tivemos nenhuma resposta”, disse ele.

De acordo com a assessoria de imprensa da Unicamp, a universidade vai “tomar as medidas institucionais adequadas ao caso”. A investigação deve ser concluída em 30 dias. O Brasil não possui uma autoridade federal para avaliar casos como esse. Portanto, cabe às universidades aplicar penalidades caso sejam constatadas irregularidades.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 494 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal