Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

25/03/2011 - Jornal de Barretos Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado alerta sobre risco de exposição em redes sociais


Titular da Delegacia Geral de Investigações (DIG), o delegado Júlio César Cardoso está alertando para o risco que os internautas correm ao exporem seus perfis em redes sociais. “Muitos usuários não pensam duas vezes ao abrir seus perfis, revelando informações pessoais para pessoas totalmente desconhecidas. Ao fazer isso, elas revelam informações pessoais valiosas como seu endereço particular ou de e-mail, data de nascimento e nome completo”, afirmou.

O delegado afirma ainda que as informações inseridas nas redes sociais, como fotos de bens, familiares, amigos e lugares que frequentam acaba tornando internauta vulnerável à ação de marginais.

Adesivos em carros

Outro alerta é para adesivos colados em carros que muitas vezes definem o perfil do motorista ou família. Ter estes adesivos colados na parte externa do carro fornece informações importantes sobre a quantidade de pessoas na família e a faixa etária dos integrantes. Se assaltante perceber pelo adesivo que só há um morador na casa, ele poderá seguir o dono do carro até a residência, e terá fácil acesso e domínio sobre a pessoa. Em outros casos, como simulação de sequestro por telefone, o falso seqüestrador, com base nas informações fornecidas no adesivo colado no carro da vítima, pode comunicá-la de que está com um membro da família e, desta forma, obter dinheiro. “Qualquer adesivo que possibilite identificação é um risco. Pessoas colam adesivos de escola, faculdade e clubes, facilitando a identificação, muitos sites de faculdades mostram dados como RG desses estudantes e esse é um campo extremamente grande para que essas pessoas possam principalmente clonar cartões de crédito. O usuário recebe faturas com grandes quantias, os nomes aparecem no SPC sem mesmo a pessoa imaginar a razão” afirmou o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 143 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal