Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/03/2011 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação antipirataria apreende 10 milhões de produtos em SP


SÃO PAULO - Uma operação contra pirataria apreendeu cerca de 10 milhões de produtos na região da Rua 25 de Março, um dos maiores centros de comércio popular da América Latina. Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira, também foi interditado o Shopping 25 de Março. De 922 lojas fiscalizadas no estabelecimento, incluindo as de alimentação, somente 64 comercializavam mercadorias regularmente. Dois restaurantes foram interditados e 11 autuados por problemas sanitários. Os produtos apreendidos, segundo a polícia, estão avaliados em R$ 400 milhões.

Foram apreendidos relógios, óculos, bolsas, roupas, tênis, e equipamentos eletrônicos, entre outros itens. O prédio do shopping também foi interditado pela Prefeitura por irregularidades e falta de segurança. O elevador foi interditado pelo mesmo motivo.

Também foram apreendidos documentos, cheques e R$ 336.781,00. Máquinas de cartões de crédito igualmente apreendidas serão analisadas pela Receita Estadual. Durante a operação, foram encontrados paredes e fundos falsos em pelo menos 50% das lojas vistoriadas, onde estavam escondidas mercadorias ilegais, falsificadas e contrabandeadas. Nos doze dias de operação, foram usados 52 caminhões para levar os produtos para os depósitos da Polícia, da prefeitura e da Receita Federal. A carga totalizou 300 toneladas de produtos.

Durante a operação, a Vigilância Sanitária vistoriou 13 restaurantes e lanchonetes. Dois deles foram interditados por problemas sanitários graves, como equipamentos inadequados, e outros nove estabelecimentos também foram autuados por comercializar produtos impróprios para o consumo.

Mais de 600 pessoas, entre proprietários, funcionários, seguranças e compradores serão averiguados em inquéritos abertos pela Polícia Civil (DEIC), Departamento de Investigação Criminal. Mais 300 estrangeiros já foram averiguados pela Polícia Federal e 120 deles, encaminhados para a sede da Polícia Federal por irregularidade ou ausência de documentos. Destes, 52 já deportados do país. Uma pessoa foi presa pois era foragida da Justiça. Outras duas pessoas foram presas por desvio de mercadorias.

Participaram da operação, coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada de Segurança, mais de 400 agentes de órgãos municipais, estaduais e federais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 129 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal