Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/03/2011 - O Liberal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Diego é investigado por fraude no SUS

Por: Anderson Barbosa


Americana - O prefeito de Americana Diego De Nadai (PSDB) é investigado pelo MPT (Ministério Público do Trabalho) por fraude no SUS (Sistema Único de Saúde). Segundo a denúncia, a direção do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi "está coagindo médicos" a registrar internação mesmo a pacientes que foram medicados e liberados. A ordem seria para que a prefeitura possa cobrar as internações do SUS. De acordo com o MPT, cerca de 100 laudos falsos são emitidos por mês pela Administração americanense. A prefeitura não se manifestou sobre o assunto.

Segundo o MPT, as internações custam entre R$ 300 a R$ 2mil dependendo do tipo de diagnóstico. O custo de cada uma é pago pelo município que, posteriormente, é ressarcido pelo Ministério da Saúde, órgão do Governo Federal. O pagamento é feito por meio de emissão de nota fiscal da prefeitura para o ministério. Com a suposta fraude, a prefeitura estaria recebendo repasses de pacientes que não necessitaram de internação médica.

A denúncia foi protocolada na semana passada junto ao MPT de Campinas pelo médico plantonista do HM, Ari Marques Cardoso. O médico - que atua há 22 anos na unidade de saúde - relatou na denúncia que há alguns meses tentou rasgar dois procedimentos de internação fraudulentos, contudo, foi reprimido pela direção do hospital (ler texto).

"Eu não aceito este tipo de coisa. Em muitos casos os pacientes ficavam no pronto-socorro ou apenas algumas horas aguardando atendimento no corredor. Isso não caracteriza internação. Mesmo assim somos coagidos a registrar para que o repasse seja feito pelo SUS", disparou o médico em entrevista ao LIBERAL.

A representação número 510/2011, protocolada na quinta-feira passada pelo médico, denuncia que o "atual prefeito Diego De Nadai eleito em 2008 e a diretoria do HM coagem e intimidam os médicos para fraudar laudos de internação que são repassados ao SUS" e, posteriormente, retornam ao cofre público americanense. Segundo a denúncia, alguns profissionais sedem a pressão por medo de serem demitidos ou alvo investigação ou advertência por parte da prefeitura.

"A pressão é grande por parte da administração. Não vou ceder qualquer tipo de pressão ou ameaça por parte da prefeitura. Há mais de duas décadas presto serviços no HM e, sem dúvida, o hospital passa pelo pior momento", afirmou Cardoso.

O MPT informou ainda que a denúncia será encaminhada a um dos procuradores do órgão para que seja investigada. Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura informou que "ainda não havia sido notificada pelo MPT" sobre a investigação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 774 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal