Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/03/2011 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Possível fraude pela internet faz médicos perderem milhas aéreas


Cardiologista gaúcho está entre os que tiveram saque indevido do bônus em site de empresaUma suposta fraude pela internet causou prejuízos a um grupo de médicos. Na segunda-feira, o cardiologista gaúcho Leandro Zimerman tentou entrar no site do programa TAM Fidelidade, mas a senha dele havia sido trocada.

Ao entrar em contato com a companhia aérea, Zimerman descobriu que as 130 mil milhas que acumulava haviam sumido.

— Retirei uma passagem para meu filho em dezembro e estava tudo normal. Em janeiro, alguém retirou 13 passagens em trechos nacionais usando a minha conta — afirma.

Zimerman descobriu que o sumiço do bônus ocorreu com pelo menos outros cinco profissionais da mesma especialidade em São Paulo, Goiás, Bahia e Pernambuco. Segundo o médico, todos os casos tiveram características semelhantes: o e-mail registrado no cadastro foi alterado e o ".br" foi retirado. A manobra teria tornado possível a alguém reservar os bilhetes sem chamar atenção, já que a mensagem confirmando a operação nunca chegou às vítimas.

A TAM prometeu investigar o caso, mas não garante o ressarcimento das passagens. Um outro médico de Salvador, que descobriu o sumiço de 120 mil milhas em agosto, não recebeu compensação e acionou a Justiça.

Em nota, a TAM afirma que adota procedimentos para manter em segurança as informações dos clientes. Para resgatar passagens, seria preciso informar duas senhas que, em caso de extravio, são reenviadas ao e-mail cadastrado no sistema.

O vice-presidente da Associação Nacional em Defesa dos Direitos dos Passageiros em Transporte Aéreo (Andep), Alcebíades Santini, recomenda que as vítimas do golpe tentem uma solução com a empresa aérea:

— Caso o assunto não se resolva amigavelmente, é importante ter o registro do saque indevido das milhas, como extratos e comprovantes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 199 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal