Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/03/2011 - Correio da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa de festas aplica golpe em formandos e noivas e desaparece com R$ 120 mil

Por: Wladmir Pinheiro

Sócios da Antonius Cerimonial fugiu com dinheiro de casamentos e formaturas.

O escritório onde funcionava o buffet Antonius em Matatu, Brotas, está fechado. Um segurança viu quando o promotor de festas Antônio Carlos Assis Costa, chegou com o sócio José Dirceu Alves dos Santos, o Júnior, na madrugada de quarta (16), e retirou todos os móveis e a papelada do lugar. A Kombi que fez a mudança estacionou três vezes em frente ao prédio na rua Alberto Torres. Foi a última vez que os dois homens que estão sendo procurados pela polícia por aplicar golpes em Salvador foram vistos. Eles carregavam cerca de R$ 120 mil, dinheiro fruto de golpes em universitários, noivas e debutantes.

Entre as vítimas dos dois sócios da Antonius estão 16 alunos de uma turma de formandos do curso de engenharia da Unifacs. A cerimônia marcada para a próxima sexta-feira (25) seria realizada pela empresa, que cobrou cerca de R$ 4,2 mil para cada estudante. 'O preço deles era só um pouco menor do que o de outros buffets. Não era o caso de pensar que eles cobravam tão abaixo do mercado que levaria a gente a desconfiar. Era um preço competitivo', contou o estudante Geovani Santana de Deus, 30, como quem procura entender o motivo de ter caído no golpe dos dois cerimonialistas.

Aos estudantes, Antonio contou que havia alugado a casa de shows Cais Dourado por R$ 10 mil. Os cheques para pagar o espaço foram sustados e os estudantes descobriram uma semana antes que não teriam festa para comemorar a formatura. 'Era um grande sonho. Estudamos em um curso caro, dificil de concluir, e a nossa redenção seria nossa festa. Além do golpe ter sido perverso, o triste é saber que seis dos nossos colegas não terão condições de pagar outra festa', disse o estudante.

Surpresa ruim após solenidade
As engenheiras de telecomunicações Jéssica Martins, 26, e Izabele Ressurreição, 27, não imaginavam que eram as próximas vítimas do golpe aplicado pela dupla da Antonius. Elas descobriram, ao deixar o Centro de Convenções, no último sábado (19), que o salão de festas que receberia familiares e amigos para celebrar o tão aguardado canudo não estava organizado. Cada uma havia pagado R$ 4 mil e confiado nas inúmeras referências de amigos e na aparente experiência da empresa.

'Minha irmã havia ido a um casamento que eles organizaram e disse que havia sido lindo, tudo muito bem organizado. Amigos também já haviam ido em outros eventos, formaturas, inclusive. Alguns diziam que eles eram um pouco enrolados com questão de prazo, na nossa primeira reunião chegaram duas horas atrasados, mas ninguém sabia de nada tão grave', contou a engenheira Izabele.

Apesar dos indícios de que algo não corria bem, Izabele e Jéssica estavam empolgadas com a formatura. 'Por volta das 13h, o entregador foi levar as bebidas e ligou contando que não havia ninguém pra recebê-las. Como a festa estava marcado para as 22h, e não havia muita coisa para arrumar, já que o salão tinha tudo, não desconfiamos. Apenas quando saímos da solenidade foi que o responsável pelo salão de festas Solar Majestoso, na Ribeira, ligou alertando minha família', contou a recém engenheira. 'Chorei muito', finalizou.

Izabele foi com familiares até a Delegacia de Repressão ao Estelionato e Outras Fraudes (DREOF), na Baixa do Fiscal, e prestou queixa contra Antônio Carlos e José Dirceu. 'Inexplicavelmente, não havia nada contra eles. Exceto por atrasos de pagamentos de alguel no valor de R$ 5 mil e da parcela do carro, não havia nada', disse Izabele. 'Espero que todas as vítimas prestem queixa, mas não acredito que vou ter o dinheiro de volta'.

Golpe em noivas
A enfermeira Meíse Nascimento, 28 anos, estava com a data do casamento marcada para o dia 9 de abril. Após entrar em contato com a empresa Antonius, em dezembro do ano passado, conseguiu reduzir o valor a ser pago pelo buffet completo de R$ 19 mil para R$ 15,6 mil. 'No primeiro dia ficamos muito felizes, ele [Antonio] parecia entender bem da organização de um casamento, conseguimos baixar o preço. No mês passado, senti ele muito tenso, não lembrava de coisas que havíamos combinado', contou Meíse.

A descoberta de que não teria a festa organizada pela empresa foi feita na festa de casamento de uma colega de trabalho. A enfermeira, que casou no sábado (19), havia se arrumado no mesmo salão de uma noiva vítima do mesmo golpe. 'Minha amiga me disse que ele tinha sumido com o dinheiro dessa noiva sem organizar nada e estava desesperada', disse Meíse. O valor, pago à vista, sumiu junto com o pagamento de outras tantas celebrações agendadas para acontecer em março e abril. 'Foi o orçamento mais em conta. Ele prometia DJ, iluminação, bebida. Nos sentimos confortáveis', disse.

A noiva que caiu no golpe de Antonio e seu sócio Júnior foi a funcionária da Petrobras Ana Carolina Melo. Em lua de mel em Montevidéu, no Uruguai, Ana Carolina tenta realizar parte do seu sonho planejado com cuidado e esquecer a véspera do seu casamento. 'Ela descobriu na sexta-feira (18) à noite, um dia antes da festa, e entrou em contato com alguns amigos que prontamente ajudaram ela', contou sua mãe, Dulce Melo.

Assim que descobriu que os donos da empresa Antonius haviam fugido com cerca de R$ 30 mil pagos pela buffet, ela ligou para uma amiga que trabalhava em um buffet e explicou a situação. 'Por sorte ela descobriu antes. Alguns buffets se juntaram e cederam a comida, flores, organizaram tudo em cima da hora. Foi o casamento mais bonito que eu já vi. Ele não conseguiu estragar', contou Dulce. 'Eu quero que ele seja preso e passe o susto e a decepção que minha filha passou', disse.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 403 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal